Read In Your Own Language

sábado, 30 de abril de 2016

O Golpe da Suspensão do Processo de Impeachment


A corja vermelha demonstra que está nos estertores da resistência. Vendo a cada dia que passa o fim da boquinha chegando, fazem de tudo para tumultuar a cena.
Ontem, na comissão do impeachment, a senadora Vanessa Onça Pintada Grazziotin trocou de posição na lista de inscritos para falar por último, visando "dar um golpe mortal"; e fez questão de destacar isso.
A candidata-ovo apresentou uma questão de ordem pedindo a suspensão dos trabalhos da comissão até o congresso julgue as contas do governo de 2015, um evento que não tem nem previsão para ocorrer. 
Pra ter uma ideia, a casa sequer votou as contas de 2014, embora já rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União. O resultado do ano passado não foi deliberado nem mesmo pela corte, para ser analisado pelo Parlamento. 
Como a maquiagem contábil de 2015, é o documento que demonstra as pedaladas fiscais, principal embasamento para o pedido de impeachment da dentuça, 
Segundo a eleita pelos cartões Bradesco, "Onde poderiam estar as provas se os órgãos competentes sequer concluíram seu trabalho? Se não há conclusão, como poderia haver a prova?"
No momento da questão de ordem, o presidente da comissão, Raimundo Lira, estava ausente, sendo substituído interinamente por Rose de Freitas, que acolheu o questionamento e disse que vai respondê-lo "oportunamente". 
Aloka ainda pediu também a suspeição do relator da comissão, Antonio Anastasia, com o auxílio da Barbie do Paraguai

Fofoca Também do Lado Jedi da Força


Ontem a associação dos delegados federais, surfando na onda de popularidade e no top five da preferência e confiança popular, publicou uma nota criticando Janot Enrolot por ter atuado junto ao STF por uma ação de inconstitucionalidade, para impedir que os delegados possam firmar e levar adiante acordos de delação sem a participação do MP. 
Como o protetor de autoridades fracas e oprimidas, nêgo voou no pescoço dele (eu também, confesso) protestando e querendo a cabeça dele.
A associação dos delegados da PF disse, na sua nota, que, se a ação for deferida pelo STF, investigações importantes, como as da Lava Jato e da Acrônimo, poderão ser anuladas.
Pois Janot está certo e os delegados mentiram...
Os Procuradores da República, através de sua associação ANPR saiu em defesa da ação de Janot. Disse inclusive que "a declaração dos delegados desinforma a opinião pública, foge à boa técnica e mesmo a uma leitura direta do que foi pedido ao Supremo Tribunal Federal pelo Chefe do MPF".
Os procuradores se posicionam como que a ação busca exatamente impedir que continuem a ser aplicados artigos da lei de organizações criminosas cuja utilização poderia, aí sim, levar a nulidades futuras. 
O pedido do PGR também prevê claramente que o STF module sua decisão no sentido de que tenha efeitos apenas no futuro, ou seja NÃO valha para colaborações já consolidadas, em qualquer processo, mesmo que realizada pela autoridade policial e não, como impõe o princípio acusatório, pelo Ministério Público, titular privativo da ação penal. 
Os promotores se baseiam na função do órgão, prevendo que seja feito qualquer nível de acordo de colaboração sem que esteja presente o Ministério Público, para garantir que haja de fato provas mínimas para que seja denunciado.
Ai aproveitam pra dar uma cutucada: "Declarações em que se sobressai, infelizmente, o aspecto corporativo, em detrimento do interesse público, não farão com que as instituições fraquejem em nada no cumprimento de seus deveres."

A Volta de Zuleido


Lembram de Zuleido Veras? Tão fã de Buda que batizou sua construtora de Gautama em homenagem a ele (Sidarta Gautama)? Que foi preso e condenado na Operação Navalha, mas que conseguiu prisão domiciliar e depois foi inocentado para toda a eternidade pelo STF?
Pois é...O Charles Bronson dos pobres voltou às manchetes.Está na VEJA dizendo alto e bom som que loola sempre ganhou mensalão da OAS desde a década de 80 e que foi ele que montou o cartel das empreiteiras. Só lembrando, antes do Duro de Matar ter sua própria empresa, era um cabra bem graduado na OAS. Disse também que os pixulecos giravam em torno de 20, 30 mil e que rolava muito por fora nas campanhas do 9 dedos e de seus protegidos.
E o engenheiro Zuleido Veras conhece bem o ambiente de promiscuidade que existe entre o mundo político e as empreiteiras de obras públicas.

Limpando a Barra


Preocupado com as nefastas ações da dentuça no plano internacional, coma sua teoria da conspiração golpistas, o marido da Marcela já decidiu que seu futuro chanceler vai tomar posse e tratar de esclarecer saporra de uma vez na OEA, da Unasul, do Mercosul e de qualquer outros antros que os mensageiros da dentuça foram. 
Claro que qualquer tipo de questionamento em relação ao processo de impeachment no Brasil será trazido à luz para garantir legitimidade ao seu mandato, mesmo sabendo que a tese do golpe não tem vida longa nesses foros.

CGU: Uma Nova Cara, Os Mesmos Vícios


Tanto loola quanto deelma, tão logo se viram apertados pelos primeiros raios do mensalão e do petrolão, respectivamente, já largaram projetos de "ações rigorosas contra a corrupção";na espeança de calar a massa que queria a cabeça deles. É claro que não deu certo, mas, pelo menos, algumas estrutura se montaram. É questão de usar. Uma delas é a Controladoria Geral da União - CGU. 
O marido da Marcela, que não é bobo, já vislumbrou que este caminho de se fazer de bom moço e paladino da moral e dos bons costumes e busca, com cuidado, um bom e respeitável nome para a CGU.
O Ex-vampiro quer que  o órgão ganhe uma capa mais brilhante, transformada em "Ministério da Transparência e do Combate à Corrupção", ou coisa parecida. 
O problema é que, com tantos coleguinhas do PMDB enrolados até o pescoço na Lava Jato, o futuro presidente quer dourar um pouco a pílula que irá servir na indicação do cabra que vai mandar por lá.
Como a CGU, além de fiscalizar o próprio governo, toca os acordos de leniência com as empreiteiras envolvidas na putaria dos contratos públicos, as queridas empresas também estão preocupadas com quem vai sentar na cadeira e já aceleram as negociações avançada com a CGU tentam fechar seus acordos, antes do Senado votar o pé na bunda da dentuça. Um novo ministro atrasará a conclusão das negociações.

Pontos a Modificar no Governo do Marido da Marcela


Iniciado o governo do marido da Marcela, há que se trabalhar em alguns pontos importantes para restauração da moral e dos bons costumes no Brasil destruído pelo PT. Estas sugestões não esgotam o tema. Acrescente as suas e vamos trabalhar juntos...

1- "Uma mentira contada mil vezes, vira verdade."- João Santana e Göebels (Impeachment é golpe)

2- "Dê-me 4 anos ensinando uma criança e a semente que plantarei nunca mais poderá ser arrancada."- Lênin (Cartilha de sexo pra crianças nas escolas publicas)

3- "Destrua a família, e você destruirá o pais"- Lênin (Ideologia de gênero)

4- "A liberdade é preciosa. Tão preciosa que deve ser cuidadosamente racionalizada".- Lênin (Comissão da Verdade, composta de 7 julgadores, todos nomeados por Dilma)

5- "Uma das condições para a vitória do socialismo é armar os trabalhadores e desarmar a burguesia, a classe média." Marx (MST, MTST armados com povo desarmado pelo Estatuto do Desarmamento)

6- "A teoria do Comunismo pode ser definida em uma frase: elimine toda a propriedade privada." (invasões de terras e propriedades pelo MST e MTST)

7- "O primeiro requisito para a felicidade é a abolição de religiões." Marx (PT contra bancada evangélica)

8- "Uma ideia torna-se uma força material quando ganha as massas organizadas." Marx (Militantes pagos com pão com mortadela)

9- "Operários não têm pátria" Marx (manifestantes com bandeiras vermelhas do PT rasgando bandeiras do Brasil )

10- “As pessoas que nos fazem rir, também nos fazem chorar.” Marx (Discursos de Dilma)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Esticando a Boquinha


Via Cláudio Humberto
Tem coisas que só um petista (ou apaniguado) é capaz.
Corre abertamente que a dentuça e o 9 dedos pensam em montar uma "governo paralelo" para tumultuar a vida do marido da Marcela; com sede no Palácio da Alvorada.
Isso, por si só, já seria um absurdo como nuncaantisnaistóriadeçepaís; mas pode piorar e muito...
A ideia genial da corja é empurrar mais um pouquinho a mamata da corja vermelha, requerendo para a turma da maçaneta, o povo das coxias do poder; um tal de "Direito a Quarentena Remunerada" para os membros do núcleo duro, à medida que forem sendo exonerados.

Claro que o processo de exoneração iniciaria enquanto a dentuça tem a caneta e pode dar ordem na Comissão de Ética Pública, a quem caberia dar parecer favorável, para que o erário bancasse essa aberração, sob a alegação de que, durante o período de análise do impeachment no senado, "seria difícil os nomeados se empregarem".
O precedente existe: como era suspeito de corrupção no governo, Toinho Palocci obteve “quarentena remunerada” avalizada pela Comissão de Ética Pública.

Energia Nova a Venda


Hoje teremos leilão de energia categoria A5; a chamada energia nova, com início de entrega para suprimento da demanda das distribuidoras a partir de janeiro de 2021.
Haverá oferta de contratos de usinas hidrelétricas, termelétricas (movidas a gás natural, carvão e biomassa) e eólicas; a partir das 10h, em São Paulo, com operacionalização da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica -CCEE; por prazos entre 20 e 30 anos, dependendo da fonte.
Ao todo, serão ofertados 802 projetos, totalizando uma potência instalada de 29.628 MW; sendo 17.131 MW na modalidade eólica (a maior) com 693 projetos; duas hidrelétricas com 111 MW; 52 pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs); 40 termelétricas a biomassa; nove termelétricas a gás natural; cinco termelétricas a carvão; e uma termelétrica a biogás.
Os valores de tarifa, aqui chamados de "Preço Inicial do Produto Disponibilidade" será de R$ 251/MWh para fonte termelétrica a biomassa e carvão; R$290 para fonte termelétrica a gás natural; e de R$ 223/MWh para eólicas, enquanto o PIPQ para empreendimentos hidrelétricos será de R$ 227/MWh. 
Em tempos de fortes sinais de novo governo, deverá haver interesse nos lotes e é provável que as tarifas caiam, em relação ao preço previsto; o que é bom para o brasileiro.

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Pauta Bomba Antes de Sair


Embora continue falando em seus comícios para prateias alugadas, apenas para que a televisão filme ela berrando contra o golpe, o traidor e o corrupto com conta no exterior; a dentuça adotou a pauta-bomba que ela tanto atribuiu ao congresso golpista.
Está na pauta a concessão de um super-aumento no Bolsa Família antes de largar a caneta. A medida foi debatida na reunião com os "movimentos sociais" na segunda feira, que cobraram esta babita antes de se comprometerem a sair às ruas fazendo terrorismo (ver post a seguir). 
Na cabeça da corja, o aumento agradaria à base do PT, aos exércitos e milícias e ainda teria o condão de tirar da mão do marido da Marcela a possibilidade de dar esse agrado ao povo, quando assumisse. 
A previsão orçamentária contemplava um pequeno aumento, mas só no segundo semestre, depois da aprovação da nova meta de ajuste fiscal.
Como a conta será de Temer, está na pauta aumentar 1 bilhão no bolo.

O Inferno de Deelma


A grande São Paulo amanheceu hoje sob a influência de vários grupelhos de maia dúzia de terroristas urbanos filiados ao MTST, queimando pneus e bloqueando ruas, avenidas e rodovias.
Há também ações no DF e em mais 7 estados.
Segundo o movimento, o objetivo da mobilização é denunciar o "golpe" em curso no país e defender os direitos sociais, "ameaçados pela agenda de retrocessos" que, dizem, ser implementada pelo chefe dos golpistas e marido da Marcela tão logo assuma a presidência. 
O ato não passa da implementação do plano de terrorismo urbano e rural, concebido pelo 9 dedos e seus "generais" a ser implementado Brasil afora, no campo e na cidade, para tornar o governo de transição um inferno de Dante, usando os idiotas úteis e os remunerados da CUT, MST, MTST e outros.
Como já escrevi aqui, há que se fazer o enfrentamento desta ameaça real e inquestionável à segurança pública, com as forças militares legais: tropas de choque das PM´s (e BM, no caso do Rio Grande) e das Forças Armadas nas zonas rurais; o quanto antes, para que não tomem gosto e se sintam inatingíveis.
NA: O vídeo abaixo mostra que não se está lidando com amadores inocentes. vejam a organização e agilidade com que fecham uma rodovia.
video

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Pela Tia, pagava a Sobrinha


Alessandro Teixeira, ministro do turismo sexual, ganhou notoriedade esta semana pela postagem da senhora primeira dama do turismo, de algumas fotos bem ousadas da época em que era miss bumbum nuzistaduzunidus.
O tamburete de zona e a própria miss se rebelaram contra a "invasão de privacidade e não faltou feminazi para defendê-los.
Mas, como essas coisas nunca estão sós, ontem boiou a informação que houve favorzão do ministro na história familiar. Delfina Alzira da Silva Gutierrez, tia da miss, ocupou uma função de confiança na ABDI - Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, com um salário de R$ 19.488,60; num cargo de assessoramento especial da diretoria de nível 3 (CAE-3). 
Já tratei aqui da ABDI. É um órgão suspeitíssimo, cujas atividades ninguém tem o menor controle nem sabe o que são; e que foi usado para dar emprego aos que trabalharam na campanha da dentuça, claro com salários portentosos, viagens até pra lua, com diárias generosas e voos executivos de primeira classe. Foi presidido por Teixeira até o fim da semana passada, quando foi empossado ministro pela presidentA em fase terminal. 
Tia Delfina é irmã da mãe de criação de Milena, e não da mãe biológica, que vive nuzistaduzunidus. A Miss-Modelo-PrimeiraDama foi criada desde criança por essa mãe de criação. 
Antes de demitir a servidora, assim que vazou  informação, a ABDI defendeu a "inquestionável experiência profissional e o louvável currículo para ocupar o referido cargo; já que é graduada em administração de empresas, fluente em inglês e espanhol e tem larga experiência de atuação nas áreas de relações internacionais, licitações nacionais e internacionais, contratos e convênios administrativos, além de vasto conhecimento nas áreas de petroquímica, aeronáutica e metalurgia".
Nessa hora eu quase choro. 
Tia Delfina era uma das duas secretinas do pintor de rodapé, além de coordenadora de gabinete no órgão.

Ministro do STF Não tem passado; Só Futuro


Como bem lembra Cláudio Humberto, em sua coluna de hoje; é atribuída ao ex-ministro Antônio Delfim Neto, desde a época dos governos militares, conhecido como uma inteligência a serviço do mal; a frase lapidar “ministro do STF não tem passado, só tem futuro”.
Isso deveria servir de mote aos babões de loola e deelma, que sempre alimentaram a esperança que "chegando no STF, os casos deles cairiam em boas mãos e seriam absolvidos".
Pois os governistas que esperam “gratidão” de ministros do STF, incluindo o adEvogado geral da união, Dudu CarBozo; para “salvar” Dilma, que tratem de trabalhar direito.
Os ministros têm que garantir é a sua memória para os futuros ocupantes da casa, sendo lembrados pela qualidade jurídica dos seus votos, e jamais por haver agradecido a própria nomeação para a cadeira.
Foi assim com Joaquim Barbosa, e, mais recente, com Toffinho. E, parecem ir no caminho, Teori e Rosa Weber. 
fato é que tem sido recorrente críticas a ministros do STF que, para “decepção” do PT, votam de acordo com sua convicção e a consciência.
Mensaleiros foram condenados, petroleiros estão sendo investigados e presos e, nos processos de impeachment, deelma vem ganhando somente trolha, quando recorre ao tapetão no STF, mesmo sendo a maioria nomeada por ela ou por loola.

Golpeando o Golpe



Que loola e deelma, claro, seguidos às cegas por seus babões, submissos e dependentes financeiramente; queiram que se realizem eleições extras, na esperança que o 9 dedos ganhe e mantenha a corja no poder; é de se esperar.
Até o "movimento espontâneo dos senadores independentes" com a encenação do espetáculo da falsidade no instante em que se elegia a comissão especial de análise do processo de impeachment é cabível, embora seja deplorável.
Mesmo a pesquisa de opinião do isentíssimo datafolha, feita estrategicamente neste período, mostrando a "preferência popular por eleições diretas extras" e não pela "eleição indireta do rejeitado e sem voto" marido da Marcela.
Repito, TUDO acima é digerível.
Mas ver Renan Cabeleira (agora acaju) enfronhado até as raízes dos fios de cabelo implantados é sim um golpe inaceitável e irresponsável.
A cara lisa e brilhando em óleo de peroba com que saiu da reunião com o terrorista de São Bernardo, foi de dar azia em bicarbonato.
Ainda bem que ficará só no desejo e na plantação de argumentos futuros para azucrinar a cabeça do futuro presidente; que aliás espero que deixe de lado a governabilidade, nos casos em que precisar com os terroristas urbanos e rurais do MTST, CUT e MST; pondo a Força Nacional e as polícias Federais no lombo deles.
Aos governadores caberá  a "negociação" com as greves de professores e outros funcionários públicos com suas tropas de elite.

Filosofando Como Aragão


O carrancudo e antipático ministro da Justiça, Eu o gênio Aragão, foi nomeado pra dar um abafa na Polícia Federal no que se refere à operação Lava a Jato, já que loola considerava que  Dudu carBozo era "fraco" ao lidar com a entidade.
Pois bem... Imaginem vocês que ontem, çua inçelença convocou a imprensa para dizer que a Polícia Federal receberá antes de 11 de maio (data da votação do processo de impeachment na comissão especial do senado), todos os recursos previstos para a instituição no orçamento federal até o final do ano.
Segundo Eu o gênio, se o processo for autorizado pelos senadores e a presidente afastada por até 180 dias, com o marido da Marcela assumindo, a Polícia Federal ficará  "à mercê de eventuais chantagens políticas". O valor total que a PF pode receber até o final do ano, segundo a Lei Orçamentária, é de R$ 160 milhões, suprindo até mesmo o corte orçamentário que a PF sofreu em janeiro.
O benevolente Eu o gênio ainda disse que o governo também trabalha em medidas que deverão assegurar autonomia à Polícia Federal, sem depender de autorizações do Ministério da Justiça para atuar; "seja por decreto; por medida provisória ou por portaria, para garantir uma atuação da PF sem depender do ministro da justiça, para não haver interferência política", repetiu.
Pra não deixar barato, o ministro classificou como "de cartas marcadas" o processo de impeachment em tramitação no Senado. Na opinião dele, o relator escolhido pela comissão especial do impeachment, senador Antonio Anastasia é suspeito.
"Quando você tem um relator, que ele mesmo praticou as chamadas Pedaladas enquanto governador do Estado de Minas, julgando as chamadas 'pedaladas' ou, vamos dizer, as notícias de 'pedaladas' que são atribuídas à presidenta da República, fica realmente muito complicado a gente fazer qualquer tipo de avaliação sobre um procedimento desse. Ele não transparece ser muito legítimo quando a gente tem um relator suspeito, né?", afirmou.
Para Aragão, assim como já afirmou a própria Dilma Rousseff, o vice Michel Temer é quem está "à frente de todo esse processo de golpear nossa presidente".

Acabou a Grana, Acabou o Amor


O recente aumento do surgimento em massa de belas e torneadas damas, ao lado de senhores mais velhos na república de Banânia, faz lembrar os recentes arroubos de xingamento do 9 dedos, tratando os deputados como o que há de pior da política, bandidos golpistas, vendidos, e coisas que o valha.
Cabe pra ele o recado de nossas avós: assim como algumas belas damas, não estas, é claro, quando acaba o dinheiro, acaba o amor.

terça-feira, 26 de abril de 2016

Um Lírio na Cadeira do Cadeirudo


Aproxima-se de um final feliz o imbróglio da substituição de Dudu Cadeirudo Braga no senado. 
Evitar o constrangimento de votar contra a dentuça, seja ele ou dona Sandra, sua primeira suplente; sempre foi a meta de Dudu. Assim, ele vai tirar licença médica por 30 dias, dona sandra alega qualquer coisa pra não asumir e, senta-se na cadeira o segundo suplente: Lírio Parisotto, bilionário dono da Videolar (produtora e gravadora de CDs e DVDs), com um patrimônio de 1,9 bilhões de dólares e amigo pessoal do marido da Marcela.
Como Dudu não pode perder o foro privilegiado senão dr. Sérgio Moro pega ele, seria por um beve período, mas que alegraria gregos e baianos.
Dudu e sua esposa não votariam contra deelma, ficando bem com a presidentA que sai e o presidentE que entra, habilitando-se a carguinhos aqui e acolá; Lírio faria uma média com o amigo presidente, aliviava umas boquinhas para a Videolar, que anda meio ruim das pernas; e todos viveriam felizes para sempre.

Falhou No STF a Operação Loola


Por incrível que pareça, Janot Enrolot entregou no STF documentos que provam que a dentuça usou de subterfúgios pra obstruir a justiça ao nomear o 9 dedos como ministro-chefe da Minha Casa Civil, Minha Vida. E não foi a gravação da PF, sendo portanto, aceitável...
Assim sendo, a corte deverá acatar as razões de Gilmar Mendes e vetar a posse de uma vez por todas, por evidências de desvio de finalidade na nomeação para dificultar a investigação, já que seria apenas um salvo conduto para o presiDENTRO.

PresidentO e PresidentA: Agora na Mesma Sala


Babados palacianos dão conta que, sem poder tomar posse na cadeira de ministro da Minha Casa Civil, Minha Vida; 9 dedos voltou a despachar ontem no Palácio do Planalto e na sala do presidente. Esteve junto da presidentA temporária e se dedicou a conversas com ela e com ministros do PT para a montagem de estratégias para enfrentar o processo de impeachment no Senado. Depois, todos foram jantar às nossas custas no Palácio da Alvorada.
Por primeiro, Brahma acha que a dentuça deve insistir em denunciar o "golpe" todas as vezes que abrir a boca. Também ordenou que o PT e os "movimentos sociais" não desocupem as ruas nem deem trégua ao marido da Marcela. 
Está previsto também uma reunião hoje com os senadores do PT e demais babões, a fim de traçar o roteiro da ofensiva e uma conversa de pé de orelha com Renan Cabeleira (agora acaju).
Por mais que escondam, é visível que dão como certa a aprovação do afastamento de Dilma na primeira votação, no plenário do Senado, prevista para o dia 15 de maio.Neste caso, a forte apache seria transferido para o Palácio da Alvorada.
Enquanto isso, aumentarão o front usando a proposta dos senadores idiotizados para antecipara as eleições apostando que 9 dedos ganha. Para isso, teriam que acelerar de monte a tramitação da proposta entregue ontem. Só lembrado, teria que ser uma coisa tipo Fórmula 1: A PEC decorrente precisa ser votada em dois turnos em cada Casa do Congresso e só é aprovada se obtiver três quintos dos votos dos deputados (308 almas) e dos senadores (49 almas).
Uma coisa é certa: eles sabem que, se a ilibada sair da cadeira, não volta. Desse jeito, vão tornar a vida do novo presidente um inferno de Dante.
O senador cara de pau, OPS, cara pintada disse que "Se Temer assumir, ele não dura três meses no cargo porque não aceitaremos isso. Haverá protestos em todo o País". Assim como ele, tem muitos fazendo coro.

O Grande Erro do Crescimento Baseado em Dívidas


Um dos piores erros dos governos do PT, se é que se pode escalonar uma volume tão grande de erros, foi estimular o crescimento da economia baseando os eventos em endividamento e crédito, sem o cabível escoramento em receitas estáveis.
Isso se reflete no absurdo número de pessoas em condição de inadimplência nos bancos de dados de SPC´s Brasil afora.
Porém, pior que isso é o astronômico endividamento daqueles que poderiam ajudar os devedores a pagar as suas dívidas, contratando desempregados e aumentando os salários dos que permanecem em ocupações formais: as empresas.
A coluna Painel publica que as 25 maiores empresas de capital aberto do país têm, juntas, mais de meio trilhão de reais em dívidas vencendo somente nos próximos quatro anos. 
Com a recessão instalada, sem capacidade de lutar no mercado por novas rendas; boa parte dessas companhias terá de refinanciar o que deve na praça. Isso, porém, não será tarefa fácil. 
Como cerca de 60% desses empréstimos foram contraídos no Brasil, as empresas enfrentarão dois enorme problemas: os juros internos elevados e a dificuldade de conseguir empréstimos de refinanciamento com investidores externos, terrivelmente temerosos sobre a situação do país e a capacidade de pagamento de todos ao sul do Equador.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Cadeirudo Procura Uma Cadeira Pra Sentar


Com dr Sérgio fuçando no seu cangote, Dudu Cadeirudo Braga está vivendo uma drama das Camélias...
Pediu demissão do MME, muito a contragosto, porque queria continuar usando a estrutura da Eletrobras Amazonas Energia para sua campanha a governador, principalmente no interior, onde espera repetir o feito da campanha a senador, fazendo um lastro pra superar a votação negativa na capital.
Mas, citado em delação premiada de Otavio Marques de Azevedo e Elton Negrão, diretores da Andrade Gutierrez, está envolvido em esquemas de propinas nas obras da Arena da Amazônia, Dudu pode ser pego por Moro caso ficasse sem mandato.

Dr Sérgio pode ainda escolher o caminho pra pegar o Cadeirudo nos esquemas relacionados ao Gasoduto Coari-Manaus, segundo as entregadas de Pedro Barusco.

Mesmo sendo cheira calçolas da ex-governANTA, não pode bater de frente com o marido da Marcela e o eterno líder Jucá. Se voltar ao senado pra se livrar do juiz, terá que votar pelo impeachment e se lasca do mesmo jeito.

A saída até agora, foi o surgimento de um câncer, que o permitirá pedir licença médica para tratamento.
Mantém o foro privilegiado , mas  não vota...

domingo, 24 de abril de 2016

Agora o Maduro Cai


Uma notícia profundamente triste para os apreciadores de pão líquido...
A Cervejaria Polar, uma das indústrias do maior grupo empresarial da Venezuela e principal fabricante de cervejas do país, anunciou que só tem cevada maltada para produzir cerveja até 29 de abril, devido à falta de divisas disponíveis no mercado, para pagar seus fornecedores provocada pelo controle do câmbio pelo falido governo de Nicolás Maduro.
A necessidade atingirá, com um forte impacto negativo, cerca de 10 mil empregos diretos e mais de 300 mil postos de trabalho indiretos, entre franqueados, transportadores e fornecedores.
Bem antes de nossas cervejarias usarem as latinhas de alumínio (principalmente as de 250 ml), as cervejarias venezuelanas já as adotavam. 
O respeito nacional pela marca é tão grande, que nem Chaves nem Maduro ousaram estatizar o grupo. Nem os constantes aumentos de impostos atingiram as cervejas. Há até um mote no país: "Puede hacer todo, pero no toque mi cerveza"