Read In Your Own Language

sábado, 8 de outubro de 2011

Grécia, Pobre Grécia


Informações parcialmente obtidas no fórum do Jornal Económico - 29/06/2011
Todo dia sai nos grandes jornais que o pau tá cantando na Grécia, que a população foi às ruas para reagir contra a afronta do FMI e das superpotências européias (Alemanha à frente) nos negócios do país, etc etc. Chegaram até a falar em cobrar os tributos exorbitantes cobrados pelo governo nazista durante a segunda guerra.
A corja vermelha local, defendendo os governos socialistas gregos, ficou toda assanhadinha. Era nêgo pulando da sala prá cozinha a fazer barulho.
Lê-se, por vezes, que os Gregos, coitadinhos, são um pobre povo periférico que está sofrendo as agruras de uma crise internacional aumentada às mãos da pérfida Angela Merkel, a gorda, segundo Berluscconi.
Mas algumas verdadee devem ser ditas e já é tempo de sair desta superficialidade e perceber que os gregos têm culpa no cartório, que não foram sérios e que ainda não o são de verdade.
Prá fazer aquela olimpíada de 2004, os helênicos gastram rios de dinheiro em obras que pouco ou quase nada agregaram ao país,. o tal do legado, retando de forma bem concreta, dívidas gigantescas obtidas junto à então pungente comunidade européia.

Casos de superfaturamento e corrupção pipocaram de todos os lados. Obras foram iniciadas e concluídas nas coxas pela premência de tempo, outras foram paradas porque se descobriu meia dúzia de pedaços de rocha da época dos impérios antigos, e mais outras coisas do ramo.

Os Gregos e seus governos socialistas seguidos levaram a lógica dos "direitos adquiridos e valorização do social" até o limite superior demência, da descência e até da falta de vergonha.
Por exemplo, podemos citar como insanidade:
1 - Em 1930, um lago na Grécia secou, mas o Estado Social grego mantinha até hoje o Instituto para a Proteção do Lago Kopais, que, embora tenha secado em 1930, ainda tem, em 2011, dezenas de funcionários dedicados à sua conservação.
2 - Na Grécia, as filhas solteiras dos funcionários públicos têm direito a uma pensão vitalícia, após a morte do mãe/pai-funcionário público. Recebem a bagatela de 1000 euros mensais para toda a vida só pelo fato de serem filhas de funcionários públicos falecidos. São poucas? Há 40 mil mulheres neste registo que custam ao erário publico 550 milhões de euros por ano. A merda tá rolando e mesmo depois de um ano de caos, o governo grego ainda não acabou com isto completamente. E mesmo assimo que se estuda é "restringir o benefício apenas até que completem 18 anos".
3 - Num determinado hospital público, existe um jardim com quatro (4) arbustos. Pois para cuidar desses arbustos o hospital contratou quarenta e cinco (45) jardineiros.
4 - Num ato de gestão muito "social" (para com o fornecedor), os hospitais gregos compram pace-makers quatrocentas vezes (400) mais caros do que aqueles que são adquiridos no SNS britânico.
5 - Existem seiscentas (600) profissões que podem pedir a aposentadoria aos 50 anos (mulheres) e aos 55 (homens). Por quê ? Porque seus sindicatos converteram essas profissões ao status de alto desgaste. Exemplos? Cabeleireiras, apresentadores de TV, músicos de instrumentos de sopro ...
6 - Pagava-se 15º salário a toda a classe trabalhadora. Aqui, por enquanto, só para políticos e magistrados.
7 - As Pensões 4.500 funcionários, no montante de 16 milhões euros por ano, continuavam a ser depositadas, mesmo depois dos idosos falecerem, porque os familiares não davam baixa e não disporem de meios de se averiguar a exatidão dos fatos.
8 - Em alguns tipos de seguros e planos previdênciários, chegava-se ao ponto de só se pagarem os prêmios de alguns seguros quando fosse preciso usufruir deles !
9 - A Grécia é o País da União Europeia que mais gasta, em termos militares, em relação ao PIB (dados de 2009). O triplo de Portugal por exemplo! Vai guerrear com quem? Ou ainda têm troianos e eu não sei?
10 - Há viaturas oficiais da administração do Estado que têm 50 motoristas. Cada novo nomeado para um cargo nomeia três ou quatro motoras da sua confiança, mas como não são permitidas
demissões, na função pública os anteriores vão mantendo o salário. Ouvi alguma coisa sendo falada de STF, ou foi impressão minha?
11 - Na Grécia, cerca de 90% da terra não tem cadastro. Ou seja, os proprietários não pagam impostos.
sabe-se em toda UE que os gregos não são lá muito chegados a pagar impostos, mas o erário do Estado grego não aguentou tanta sangia e está vazio, totalmente vazio.
Portanto, os bilhões de Euros da UE durante todos estes anos, serviram para manter o nível de vida pretendido pelos gregos. Não admira que já tenham estourado 115 bilhões e agora precisem
de mais 108 bilhões.

Mas não se procupem. Tudo isso acontece apenas às margens daquele marzinho mixuruca do Mediterrâneo. Aqui prás bandas do poderoso Oceano Atlântico, e mais ainda, ao sul do Equador, não existe nada parecido. Durmam em Paz.

Macintosh em 1984

Propaganda do Macintosh no Super Bowl de 1984 e a seguir o grande Steve Jobs no dia do lançamento de sua máquina revolucionária.













sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Cordelando 29: O Que Faltava da Viagem

Em função do fuso horário, as notícias da Turquia só brotaram hoje na imprensa. Assim, necessitei fazer esse apêndice do Cordelando 28, para não perder o registro de tamanho fato histórico. Adelante...





Adispois de visitar,

Sepultura do irmão.

Dona deelma avuô,

Na Turquia outra missão.

Resgatar a bobageira,

Que foi dita no passado

Pelo EX dos 9 dedos.

Pelos turcos encantado.


Na prepotência de sempre,

Chegou batendo as tamancas.

Dizem que os dois países,

Devem liderar a banda.

Resgatando a moral,

Do tempo dos Otomanos,

E no tempo atual,

Salvando todos humanos.


Começou lá no Irã,

Um negucêio até Cômico.

Quando Ahmadinejah,

Virou o doido atômico.

O Brasil e a Turquia,

Diferente do que resta.

Afiançaram o barbudo,
Dizendo que ele presta.


E agora dessa vez,

Bem no meio da tormenta.

Criticou foi a Orópa,

Sendo meio virulenta.

Chamou os bancos centrais,

De expansivos e mandões.

Que deixam os outros prá trás,

Desabando aos borbotões.


Disse que o continente,

Prá salvar o seu trocado.

Injetam muito dinheiro,

Pro povo que tá do seu lado.

Deixando os outros países,

Andando na contra mão.

Cada qual com seu dinheiro,

Despencando pelo chão.


Mais uma vez bordejou,

Que a salvação do mundo.

É fazer a parceria,

com o governo mais profundo.

Agora que tá com ela,

E que vai ficar prá sempre.

Mandando nesse país,

e governando essa gente.


Depois desse lero-lero,

Acabando a missão.

Tirou uns dias de folga,

Ninguém é de ferro não.

Ficou prá passar weekend,

E a Turquia visitar.

E o tal do Estreito de Bósforo,

Por certo não ia faltar.


Um canal prá lá de grande,

Terra no meio rachando,

Lugar prá fazer comércio,

Monte de barco passando.

Onde bem que se podia,

Terminar a aventura,

Bem no meio do oceano,

Uma grande sepultura.

Cordelando 27: deelma собственик в Oropa (Dona deelma nas Orópa

Съединението прави силата - A União Faz a força
Esse aí em cima é o slogan da República da Bulgária, terra dos ancestrais da governANTA.


Cordelando 27: Dona Deelma nas Orópa


Pouquinho tempo depois,
De brilhar lá com os ianques.
A governANTA migrou,
Prá terras bem mais distantes.
Cruzou o marzão atlântico,
Debaixo do céu azul.
E se mandou pras Orópa,
Bichinha tomando no c*.


Amuntou no vassourão,
Que herdou do 9 dedos.
Pousou na tal de Bruxelas,
Terra que não tem segredo.
É lá que fica a sede,
Do parlamento europeu.
Onde se juntam os ômi,
Que mandam mais do que eu.


Botou uma banca danada,
Fez discurso bem grossão.
Disse qu'essa tal de crise,
Por aqui não chega não.
Pensando naquela vez,
Quando num era rainha,
E 9 dedos falou,
Que era só marolinha.


A coisa foi engrossando,
Quebradeira foi geral.
Portugal, Grécia e Espanha,
Federam igual bacalhau.
Até a forte Alemanha,
Metendo a mão nos trocados.
Puxou quem tava afogando,
E quase num sai do atolado.


E aí chega a dentuça,
E num aperto de mão.
Disse lá pros seus Orópa,
Que num se avexasse não.
Porque na tropa que foi,
Tinha uma cara competente.
Margarina e não manteiga,
Ministro das conta da gente.


Acontece que deu merda,
No negócio do pré-sal.
E quem fez a confusão,
Foi o amigo Cabral.
Dona deelma então deu ordem,
Pro margarina voltar,
Conversar com seu Wally,
E a bronca aquietar.


No encontro da muié,
Com o parlamento europeu.
Disse um monte de besteira,
Prometeu igual tadeu.
Disse pro seu Van Rompuy.
Em alto e bom português.
Que o aperto nessas contas,
Não vai ajudar vocês.


Tem que fazer é gastança,
Mandar usar o cartão.
Mandar os banco dar grana,
Prá tudo quanto é de irmão.
Problema fiscal não tem,
E agiliza a economia.
Esquece problema de conta,
Toca axé lá da Bahia.


Ficar apertando o cinto,
Não tem menor cabimento.
Assim falou a gorducha,
Pro chefe do parlamento.
Tem é gastar a grana,
Com coisa mais social.
Parar de tocar valsinha,
E cair no carnaval.



O belga de cara feia,
Arribou-se nas tamanca.
Só faltou dizer prá dona,
Vá se embora e já te manca.
Aqui se toca direito,
A coisa dessa cidade.
E nóis faz economia,
Com muita austeridade.


A senhora tá pensando,
Que essa poha é bandalheira.
São 17 países,
Cada qual com uma bandeira.
Não se pode ir chegando,
Na casa de cada um.
Sair o dinheiro gastando,
E amanhã não ter nenhum.

A ponto de se dizer,
No jornal Financial Times.
Que era pura hipocrisia,
Que aqui se fala demais.
Pois quem fala em garantir,
Combate à proteção.
Não pode aumentar imposto,
Prá carro importado não.


Adispois desse vexame,
Que a muié nos fez passar.
Só restava prá gorducha,
Sua terra visitar.
Se bem que em tal de terra,
A bichinha é versada.
Nasceu nas Minas Gerais,
No Rio Grande foi criada.


Pegou seu aeroplano,
E se mandou prá Sofia.
Inventaram uns parentes,
Primo, tio, cunhado e tia.
Arranjaram uma medalha,
Grande condecoração.
Presidente Parvanov,
Foi prá lá beijar-lhe a mão.
E o ministro Borisov,
Estendeu um tapetão.



Bem no meio da conversa,

Se falou de parceria.

Quando o assunto foi grana,

Começou a put*ria.

Porque no tema tratado,

Num tem besta lá nem cá.

E da taxa de sucesso,

Ninguém pôde conversar.

Grábovo terra do papai,
Grande festa se formou.
Acenderam muitas velas,
Muito canto se cantou.
O que vou postar agora,
É difícil de rimar.
България se diz Bulgária,
Bâlgariya também é lá.


A parte que aqui se segue,
Transcrevo do tradutor.
Nem se é coisa certa,
E se a rima confirmou.
Depois escrevo em seguida,
Qual era minha intenção,
Escrevendo agora em búlgaro,
Prá causar a sensação.


Исках да направя една рима
Красива и правдив
Да ви кажа presidANTA
Но да останат заедно
Писане на езика си,
Това е мисия по-трудно.
Ако тези неща не е правилно,
Тя си заслужава жертвата.


Queria fazer uma rima
Bonita e aprumada
Prá falar da presidANTA
Mas que ficasse gozada
Escrever na língua dela,
É missão da mais difícil.
Se essa porra não tá certo,
Já valeu o sacrifício.



Mas prá nao perder o embalo,
Na hora da saideira,
Numa última entrevista,
A muié chutou cadeira.
Botaram uma tradutora,
Prá atender televisão.
E a dona não esperava,
Acabar a frase não.



Foi só isso que bastou,
Prá bicha rodar baiana.
Fuzilando com o olhar,
A pobre da contarrânea.
Taxistas tavam lá,
E acharam um horror.
Imagine se eles vissem,
Avuar grampeador.

Agora são 20 horas,
Notícia não mais surgiu.
Não sei se ela já foi,
Prá Turquia ou pro Brasil.
A imprensa se calou,
Da SECOM nada se ouviu.
Vou encerrar o cordel,
E vá prá potaquepareo.

Notas do Autor: 1)A rima de Sófia por Sofia foi forçada, reconheço. Rs Rs Rs 2)Os trechos em azul, pretensamente são escritos em búlgaro e português. espero que isso não cause nenhum incidente diplomático.

Cordelando 28: Decidindo sobre a Copa

Na viagem prá Orópa,
Dona deelma bem queria.
Conversar da nossa copa,
Que tanto mal lhe trazia.
Mandou então seu Orlando,
Marcar a tal reunião.
Com o safado do Blatter,
No meio do turismão.


Dia marcado e lugar,
Nosso povo foi pro encontro.
Mas invés do dirigente,
Chegou um peão bem tonto.
Que reclamou da tal lei,
Que fizeram para a copa.
Disse que era bem pouco,
Assim a FIFA não topa.

A dentuça estrebuchou,
Se chamou de Otoridade.
Disse que em seu país,
Ela é quem diz verdade.
E não vai ser nenhum Mané,
Se passando de mandão.
Que vai poder fazer ela,
Passar na lei o borrão.


Acontece que Jerome,
Pôs o dedo na ferida.
Que ela baixasse a bolinha,
Que a coisa tá decidida.
Desde que o 9 dedos,
Protocolo assinou,
A FIFA manda na poha,
Ou faz ou a copa dançou.


Daí prá frente a conversa,
Tomou um outro volteio.
A muié que só berrava,
Repensou o seu vareio.
Disse que ia estudar,
As promessas lá do EX.
Que depois o Orlandinho,
Vem conversar com vocês.


Daí prá frente se viu,
A grande esculhambação.
Dona FIFA tá tomando,
Toda e qualquer decisão.
Começando coma cerveja,
Que aqui estádio não tem.
Mas a Bud aqui chegando,
Vai vender como ninguém.


E também tem uma regra,
Num raio de proteção.
Ninguém pode mais vender,
Tudo que queria não.
Só aqueles produtinhos,
Que são patrocinador.
E que também financiam,
Aquele safado senhor.


Coisa que aqui se faz,
Ajudando o cidadão.
E pagar meia entrada.
Prá estudante e ancião.
Mas até a nossa lei,
Que essa coisa estabelece.
Pela regra a valer,
No tribunal se esquece.


Vendedor de bugiganga,
Nessa copa não se cria.
Quem não for autorizado,
Enquadra em pirataria.
E como a FIFA mandou,
Aumentar a punição.
Que praticar esse crime,
Tem mais tempo na prisão.


E tem mais a novidade,
Essa eu não engulo não.
Prá tirar do meio da rua,
O estorvo do povão.
Como não fizeram as obras,
De mobilidade urbana.
Todos podem decretar,
Feriado na semana.

Num país em crescimento,
Numa dureza danada.
Parar toda produção,
Prá assistir a pelada.
Só prá deixar os turistas,
Podendo locomover.
Com todas ruas vazias,
Isso é mesmo de fud**.


Uma coisa vou dizer,
Eu não culpo a FIFA não.
Manda quem pode é o ditado,
Besta é quem foi lesão.
De aceitar a exigência,
De fazer como se quer,
Mudar regra e barreira,
A copa é como é.


9 dedos e dona deelma,
E também o Orlandão.
Tava tudo de acordo,
Agora não arreguem não.
E no meio dessa merda,
Com tanto dinheiro gasto.
Besta mesmo foi o povo,
Vê a copa e vai pro pasto.
Porque tudo é meio leso,
Sendo feito de palhaço.


Eu não tô rogando praga,
Mas preciso perguntar.
Se depois do que foi feito,
Essa copa não ganhar.
Será que o povo acorda,
Que tá sendo enganado.
Faz uma revolução,
Porrada prá todo lado.
E detona de uma vez,
Esse governo safado.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Carta Aberta à NOKIA DO BRASIL Por Kika Albuquerque

CARTA ENVIADA HOJE, À NOKIA DO BRASIL

ATT. DIRETOR DE MARKETING – SR. MARCELO CÂMARA

São Paulo, 06 de outubro de 2011.

Prezado Sr.,

Quem lhe escreve é uma CONSUMIDORA. Pode – aliás, eu diria que deve – me chamar de excelência. É o tratamento mais adequado e inteligente que um vendedor de qualquer que seja o produto deve dispensar aos seus CLIENTES.
Aconselho que o Sr. tenha paciência de ler cuidadosamente o que vou relatar. Posso garantir que fará muito bem à saúde de sua empresa.
Vamos aos FATOS:

- Junto a esta carta, segue por SEDEX, com Aviso de Recebimento, o aparelho Nokia C-3 que eu tive do azar de ganhar de presente no Natal passado.
- Trata-se de um aparelho dito “desbloqueado”, vendido na loja da Claro. Aqui cabe registrar que de desbloqueado ele tem quase nada. Nunca consegui tirar a configuração da Claro. Resultado? Mensagens em MMS nem pensar!!! Mas isso é “só” um detalhe diante do que vem a seguir.
- Há um mês e meio atrás vi no site da Nokia que havia uma ATUALIZAÇÃO DE SOFTWARE para o meu celular.
- Considerando que no MANUAL está escrito, à página 5, “Acesse http://www.nokia.com.br > Suporte e Software >Download > Software do seu celular > Novidades” e que em NENHUM LUGAR DO SITE O CLIENTE É AVISADO DE QUE ESTE OU AQUELE TIPO DO MODELO TAL NÃO DEVE USAR A ATUALIZAÇÃO X OU Y, fiz a atualização que estava lá, disponível e recomendada PELA NOKIA e sem nenhuma espécie de recomendação ou restrição.
- Durante 3 dias o telefone ainda fazia ligações, mas nenhuma outra função funcionava. Não acessava internet, não passava SMS, nada. No quarto dia o celular simplesmente PAROU DE FUNCIONAR. MORREU.
- Aí começou o calvário. Liguei para o telefone de suporte e, para minha surpresa e indignação, fui informada que deveria levar o aparelho à Assistência Técnica Autorizada.
- REGISTRE-SE QUE O SOFTWARE DISPONIBILIZADO E RECOMENDADO NO SITE DA NOKIA ESTRAGOU MEU APARELHO E EU É QUE TENHO QUE SAIR DA MINHA CASA, PERDER HORAS NO TRÂNSITO E IR ATÉ A AUTORIZADA.
- CABE TAMBÉM REGISTRAR QUE, NUMA CIDADE DO TAMANHO DE SÃO PAULO, A NOKIA TEM DOIS ENDEREÇOS DE AUTORIZADAS!!! Anotei o telefone da tal autorizada e entrei em contato para saber endereço, horário, condições, etc.
- A atendente da autorizada me informou que levariam de 10 a 15 dias para PASSAR O ORÇAMENTO. Reagi imediatamente!!! Orçamento? Como assim? O software DISPONIBILIZADO E RECOMENDADO PELA NOKIA estraga meu telefone e ainda tenho que pagar????
- Agora preste ainda mais atenção nas observações da atendente da autorizada (Avenida Ibirapuera, 3447 – telefone: 5093-7357) que reproduzo fielmente:
“Ah, a senhora atualizou no site? Mas nós sempre recomendamos que os clientes NUNCA ATUALIZEM NO SITE! AQUELAS ATUALIZAÇÕES DELES SÃO UMAS PORCARIAS! SEMPRE ESTRAGAM OS TELEFONES! Se estiver na garantia e a sra. tiver a Nota Fiscal, não paga nada. Se não tiver a NF, paga R$ 70,00”
- Argumentei que ganhei o telefone de presente e que, por isso, não tenho a Nota Fiscal. Resposta: “Então tem que pagar!”
- A essa altura o senhor pode imaginar onde já estava a minha paciência, não é mesmo? Afinal, convenhamos, eu ficaria mais de QUINZE DIAS SEM TELEFONE E TERIA QUE PAGAR SETENTA REAIS POR UM PROBLEMA CAUSADO PELO SOFTWARE QUE A NOKIA DISPONIBILIZA E RECOMENDA EM SEU SITE!!!!! Perdoe-me por lembrá-lo tantas vezes que o SOFTWARE É DISPONIBILIZADO E RECOMENDADO PELA SUA EMPRESA.
- Inconformada, por óbvio, voltei a ligar para o Suporte da Nokia. Relatei o diálogo com a autorizada e deixei clara a minha insatisfação com todo esse absurdo. Fui informada de que era isso mesmo o que me restava a fazer. Em seguida o atendente, educadamente, me “despachou” com um “Posso estar lhe ajudando em mais alguma coisa?” Ah, o maldito telemarketing com o não menos maldito gerúndio!!!! Haja paciência.
- Pedi então que ele me passasse para um Supervisor. Precisei INSISTIR. Os Supervisores dos Call Centers, Sr. Marcelo, são semi-deuses. Difíceis, muito difíceis!
- Depois de muito insistir, consegui ser atendida pelo Sr. Fernando, que se apresentou como Supervisor (depois, numa outra ligação fiquei sabendo que lá não tem nenhum supervisor Fernando!!!!).
- Agora, Sr. Marcelo, mantenha-se confortavelmente sentado na sua cadeira de Diretor e pasme! A orientação (se é que isso pode ser chamado de orientação) que ouvi do tal “supervisor” foi:

“É ISSO MESMO. SÓ NA AUTORIZADA. E, AFINAL DE CONTAS, A NOKIA NÃO OBRIGA NINGUÉM A ATUALIZAR SOFTWARE. A SRA. ATUALIZOU PORQUE QUIS!!!!”

- Confesso que depois de ouvir isso, perdi a linha e terminei a ligação de maneira bem mal educada.
- Resolvi então me queixar na Ouvidoria. Sabe o que é pior? Eu até então jurava que a ouvidoria tinha sido criada para….. ouvir!
- Na Ouvidoria, sob o protocolo 111845489934, fui atendida pela Srta. Naiara que, após ouvir toda a história, – permaneça sentado porque vem mais bomba! – REPETIU A PÉROLA: “Realmente a NOKIA não obriga ninguém a atualizar software. O cliente atualiza se quiser.”
- Dá pra ter alguma noção do meu grau de irritação? Espero que sim!
- Fiz então, no dia 8 de setembro p.p., uma reclamação no site Reclame Aqui, onde, diga-se de passagem, existem mais de 8.000 (OITO MIL!!!!) reclamações contra a NOKIA. As poucas que a Nokia responde, o faz com o mesmo texto que fez para mim!!!!

Resposta padrão!!!

(http://www.reclameaqui.com.br/areadoconsumidor/atendidas/?sid=1665791&act=c943eafb0b963d7d6c1cb2027309c7e46b76219f).

Depois de ir ao link acima, experimente digitar no Google as palavras Nokia, atualização de software. São MILHARES de consumidores com o mesmo problema que eu tive!!! Pergunta que não quer calar: ATÉ QUANDO????

Ontem, 05 de outubro, recebi por email a resposta que colo a seguir:

—– Original Message —–

From: Atendimento Nokia

To: XXXXXXXXXXXX

Sent: Wednesday, October 05, 2011 8:34 PM

Subject: RECLAME AQUI

Prezada Rita ,

Informamos que há a necessidade do encaminhamento do seu aparelho para reparo nas assistências técnicas credenciadas Nokia.

No link a seguir, poderá verificar qual a assistência mais próxima da sua região:

http://www.nokia.com.br/suporte-e-software/assistencia-tecnica-e-reciclagem/solicite-reparo

Você também poderá postar seu aparelho pelo Correio gratuitamente, caso não exista uma assistência técnica credenciada Nokia na sua localidade. Para obter mais detalhes, contate nossa central de relacionamento através dos telefones abaixo:

4003-2525 (Capitais) 0800-8866542 (Outras localidades)

Agradecemos pelo contato e continuamos à sua disposição.

Atenciosamente,

Central de Relacionamento Nokia

Protocolo de atendimento: 1-11893040200

Diga-me se isso é ou não é um deboche! Onde está a resposta à minha reclamação? A propósito, vou repeti-la para que não restem dúvidas:
Não me conformo de ter de sair de minha casa, ir até a autorizada, ficar mais de QUINZE DIAS SEM TELEFONE e ainda TER QUE PAGAR POR UM DEFEITO PROVOCADO PELO SOFTWARE DISPONIBILIZADO E RECOMENDADO PELA FABRICANTE DO MEU CELULAR.
Pois bem, vocês venceram. Devolvo o aparelho para que vocês façam a gentileza de colocar no LIXO.
Sim, só resta a lata de lixo como destino. Quebrei o celular a martelo.
Pelo menos agora eu estou sem o aparelho e posso dizer, agora sim, que a culpa é minha de fato.
Maluca, eu? Não! Apenas uma consumidora que cansou do descaso, do deboche e dos absurdos que ouviu.
Saudações

PS: Sugiro mudar o slogan “Connecting People” para “Nokia, driving people crazy!”


Nota do Blog: Kika é minha amiga. Endosso cada letra que está aí em cima.

Ridicularizada? Só se foi Autofagia...

O que mais se comentou semana passada foi a tal propaganda da HOPE em que a Gisele Bündchen aparecia em lingerie, supostamente ensinando como as mulheres devem fazer para dar más notícias a seus maridos; e sua crítica mais acirrada feita pela sinistra de políticas para as mulheres Iriny Lopes.

A baranga saltou das tamancas prá alegar que ia pedir ao Conselho Nacional de Auto-regulamentação Publicitária - CONAR, a suspensão da propaganda por ser "degradante à postura feminina, objeto de ação (???) de seu ministério.
Foi o que bastou para os berrantes e financiados movimentos em defesa das mulheres manifestassem repúdio ao conteúdo da propaganda, endossando a feiosa e também pedindo respeito.Mas, como quem pega o peixe é a volta do anzol, o efeito inverso prescrito por Isaac Newton foi um coice enorme. A sinistra foi criticada em todos os jornais, blogs, sites, twitter, facebook e por aí vai, por cercear a liberdade de expressão e pela total prepotência e falta de bom humor ao governo e às feministas.
O efeito Orloff deu à campanha uma repercussão zilhões de vezes maior que a que teria e a agência vai ganhar uma porrada de prêmio com essa leseira.
Claro que sempre corre algum cheira-calçola de plantão prá acudir. A sempre servil CARTA CAPITAL (que teve a ousadia de chamar a diva de Amélia Bündchen) rapidamente promoveu uma "entrevista" com o jaburu e publicou na segunda feira.
Na entrevista, Iriny Lopes diz que ficou “estupefata” com a politização do debate e que no final não disse se a propaganda era boa ou prejudicial à mulher.

Na cabeça preconceituosa da ex-deputada nomeada pela governANTA, a campanha trazia em seu bojo que a mulher coloca à disposição o próprio corpo para amenizar a ira do companheiro.
Iriny fofinha usou termos como característica sexista na propaganda, de coisificação da mulher, que o meio para conter a violência do companheiro é a erotização, mulher-objeto e outras asneiras.

Segundo a coisa, além da queixa dela tem mais outros 11 pedidos semelhantes anexados à representação.
Vá lá...Tá no papel dela de enganar a mulherada com essa falácia de valorizar o sexo feminino a partira da eleição da deelma. Mas chegar ao cúmulo de é inveja da oposição e da mídia de uma mulher dando certo no campo político-administrativo e incomoda muita gente, principalmente por ser uma mulher de esquerda, é pegar pesado demais
Disse ainda que era absoluto machismo que ainda está posto dentro da sociedade brasileira e pegou santo com as charges publicadas e divulgadas aos montes.
Um trecho genial é quando o entrevistador pergunta sobre a reação interna no governo. Tá lá escrito: "Não faltou solidariedade. Nem contra nem a favor. Temos um nível de autonomia dentro do governo". HEIN? Solidariedade contra? Morri.
Bom...Queria lembrar à barangona que o A do CONAR significa Autoregulamentação. Detalhando: AUTO, por sí só, alone, sem ninguém meter o bedelho; portanto ...CAI FORA.

Mais uma...Além da porrada de prêmios que vai ganhar, a agência poderia aproveitar e fazer uma propaganda com um monstro da lagoa negra igual a dona Iriny retirando uma burca.

A propósito: a HOPE teve uma aumento de solicitações de abertura de franquias da marca em todo Brasil. Se eu fosse a Iry, pedia uma taxa de sucesso.

Prá quem não viu a divina Gisele, seguem os filminhos da batida do carro, do estouro do cartão e da mãe que vem morar em casa.
NA: Prá evitar de por a feiosa na abertura desse post, preferi optar por um produto HOPE.




















quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Steve Jobs 24/02/1955 - 05/10/2011



R.I.P.

Quem Diz o Que Quer, Ouve o Que Não Quer



Dona deelma chegou com a gota serena nas Orópa. Nem bem botou os pés por lá, já arrebentou com a veia do pescoço tufada que condenava a adoção de medidas de austeridade como única forma de conter a crise econômica nos países da União Européia.
Tá certo que ela tava com margarina, mercadante, miroca belchior e mais uma porrada de ministro turistando por nossa conta; mas foi arrotar muita bacaba dessa vez. E na primeira fala logo.
"Não faz sentido só a adoção de ajustes recessivos". A história nos mostra que a saída da crise somente virá pelo estímulo ao crescimento econômico, por políticas de estabilidade macroeconômicas, conjugadas com políticas sociais de geração de renda e incentivo às empresas", advertiu a governANTA aos europeus.
E ainda disse que a UE pode contar com o Brasil para enfrentar a crise da dívida na região. "A UE pode contar com o Brasil", do ladinho do presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, e do presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.

Ela pensava que os arroubos de arrogância que faz por aqui, como fez o nove dedos ia impressionar os bobos com mais de 2000 anos de lutas, brigas e guerras nas costas.
Achando que era a dona da cocada preta e que fala pelos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que recentemente se declararam disposto a considerar, se necessário, um apoio, via FMI ou outras instituições financeiras internacionais, para enfrentar os desafios da estabilidade financeira mundial, deelma afirmou ainda que os debates sobre a solução para a crise na região devem envolver também "toda a América do Sul. É por isso que os ministros das Finanças da Unasul (União das Nações Sul-Americanas) se encontrarão nos próximos dias para coordenar posições comuns. É preciso evitar que a população perca a esperança no futuro, assim demonstra a experiência latino-americana nas décadas passadas".
Mas teve uma hora que o belga Herman Von Rompuy arretou-se com tanta baboseira e tomou a palavra, falando pelos lourinhos dos olhos azuis e a coisa fedeu. Cansado de ouvir a dentuça falar de "recessão produtiva, diminuição do desemprego e desigualdade social", o presidente do Conselho Europeu, disse que "a União Europeia faz muito mais que impor medidas de austeridade a países em dificuldades. Conseguimos a convergência de 17 democracias, 17 economias, e isso não é fácil. Apesar disso, fizemos o que precisávamos fazer, o que achamos correto fazer, mas sabemos que devemos fazer mais".
Dona deelma apressada, pegou o margarina e botou no primeiro avião de volta, com a desculpa de aquietar o wally que por aqui estava berrando pela grana do pré-sal e cobrando providências dela, ameaçando de sacanear a reeleição em 2014.

Bota mais essa vergonha na conta do nosso querido Brasil.

Um Brado de Indignação por Mirna Cavalcanti


Fartei-me da impunidade.
Fartei-me de uma sociedade inerme.
Fartei-me de ouvir: "nada podemos fazer"...
Fartei-me de ver irresponsáveis representantes do povo receber salários incompatíveis com a realidade brasileira.
Fartei-me de vê-los legislar em causa própria.
Fartei-me de políticos sem dignidade, sem decoro, sem vergonha, sem bom caráter: mentirosos da Nação!

Fartei-me de pagar impostos cujos valores são desviados para pagar a boa vida de prefeitos, vereadores, deputados, senadores: os representantes de nós todos. Desavergonhadamente vivem às nossas expensas sem a devida contrapartida: o trabalho que deveriam desempenhar com patriotismo no coração.

Fartei-me, sim! Fartei-me de corruptos e corruptores em todos os níveis da Nação: sejam membros dos Três Poderes, sejam meros cidadãos.

Fartei-me de prisão especial para os que têm curso universitário: se o tem, deveriam mais entender e agir com decência. Nada de tratamento especial: bandido, ladrão, tem que ir para a prisão junto com os demais "colegas". Basta de desigualdade social. Bandido é bandido: com estudo ou não.

Fartei-me ainda mais de ouvir deslavadas mentiras, de ver criminosos do "colarinho branco" serem tratados com deferências inaceitáveis e saírem da cadeia (especial) para reassumir a posição de deputados. Teria, por absurdo, algo a dizer, o ex-governador Arruda?

Se não pode continuar a governar o DF, como pode voltar a ser deputado? É chorar mais um pouco, da tribuna do Senado. Deu certo uma vez, acostumou: "chorar é preciso"... (perdoa-me, Pessoa) "ser honesto, não é preciso"...

Fartei-me de planos e mais planos. Assistencialismo sem real expressão. Seu fito é a compra de votos para as eleições. Demagogia concreta e barata...

Fartei-me ver obras serem inauguradas sem nem mesmo estarem terminadas, nesse vale-tudo dos desavergonhados.

Fartei-me de ver descumprida nossa Constituição sempre que for de interesse daqueles, políticos ou não, invocar seus sagrados princípios na defesa infrutífera de indefensáveis atos de escancarada corrupção.

Fartei-me de ver a "igualdade desigualada" ser o fundamento para instituição de tantas e desnecessárias secretarias e ministérios para dar emprego aos seguidores do chefão... 37? 38? Quantos agora são? E qual o valor de seus legais, mas imorais, salários? Qual? Quanto custa, afinal, para os cofres do Estado? Cabe a NÓS pagar os escorchantes salários aos que pouco ou nada fazem para os que lhes elegeram na boa-fé, acreditando em suas mentirosas promessas.

O sistema suga uma grande parte dos já minguados salários dos que realmente trabalham: os crédulos, os bons e, quando precisam: onde as escolas? Onde os hospitais? Onde? Onde??? Morrem muitos ignorantes. Suas tristes vidas são ceifadas prematuramente em filas de hospitais nos quais muitas vezes sequer há remédios, nem o devido atendimento. Negam-lhes socorro ("A saúde é dever do Estado e garantia do cidadão", determina a Constituição)! É-lhes negada não só a dignidade, como o próprio direito à vida.

Fartei-me sobremaneira de constatar que os aposentados e pensionistas deste nosso amado Brasil têm sido reiteradamente ludibriados por presidentes, pela legislação, por senadores e deputados quanto aos valores de suas aposentadorias.

Fartei-me há anos e tenho muitas teses escrito em sua defesa. Já ao receber o primeiro benefício, este vem calculado de forma que o valor inicial do mesmo é bem menor - e isto tem ocorrido, bem antes do malsinado Fator Previdenciário, que só o fez ficar ainda menor.

Fartei-me, a este respeito, quando FFHHCC e seu então ministro Stephanes mentiram, frente a tudo e frente a todos que (sic) "beneficiaria o segurado"...
Fartei-me por demais, quando Lula, dos palanques de campanha, afirmou reiteradas vezes que com ele acabaria e depois "esqueceu-se" (como de costume). "Não há dinheiro para isso"... MAS HÁ DINHEIRO PARA GASTOS OUTROS. E DESNECESSÁRIOS!

Fartei-me de leis injustas, elaboradas por incapazes "fazedores de leis.

Fartei-me de decisões de alguns juízes, que usam dois pesos e duas medidas , dependendo dos acusados: se têm dinheiro ou não.

Fartei-me de desculpas inaceitáveis, quando ocorrem chuvas, mesmo que fortes e há deslizamentos e muitas mortes pois as autoridades (in)competentes deixaram construir em encostas e sobre lixões.

Farto-me, sim farto-me quando vejo ser descumprida nossa Constituição sempre que for no interesse daqueles, políticos ou não, invocar os princípios na defesa de seus indefensáveis atos: de escancarada corrupção.

Fartei-me de ver crianças pequenas abandonadas nas ruas por pais (que não são pais) e pelo Estado: com fome, prostituindo-se algumas, viciadas a maioria, transformadas em párias mesmo da sociedade, vez que as garantias constitucionais, para elas, não passam de meras palavras que os maus políticos fazem questão de desrespeitar: querem é subir e aproveitar (ou gozar, como disse certa vez uma inexpressiva ministra-psicóloga-sexóloga que sonhava com a presidência e deu-se mal dentro do próprio partidão. Tomou-lhe o lugar a ministra-chefa da Presidência. Aquela foi péssima prefeita, esta, "orgulha-se" sem razão alguma de ser quem é (ou não é...). Sinceramente: entre as duas, não sei qual seria a pior para a posição. As duas são péssimas, carecem do perfil, sob qualquer ângulo que se lhes examine, para poder vir a ser presidente do Brasil.

BASTA! Que ecoe alto e forte este meu brado de indignação!

Ouçam-no todos os brasileiros, façamos juntos um coro, um refrão: BASTA! Temos garantidos em altura constitucional nossos Direitos Fundamentais.

Acima e além: Direitos Naturais, concedidos por Deus, e a estes, há que respeitá-los todos: políticos, juízes, cidadãos: TODOS, SEM EXCEÇÃO

Farta estou, sim, mais do que farta: da maldade, da ignorância, da falta de seriedade, da indignidade, da irresponsabilidade, da falta de ética, da imoralidade, de tantas "qualidades" de quantos assim são, nesta podre sociedade. Não importa se pertencentes ao governo ou não: "o exemplo vem de cima"... e como o "que vem de cima" é inqualificável, inclassificável, considerando-se a moral (ética), grande parte "dos que estão em baixo" acham-se no direito de imitar tal procedimento e, em qualquer posição que ocupem, tendo mau caráter, fazem de tudo para "tirar vantagem" em toda e qualquer ação, sempre em detrimento dos demais. Tudo isso vemos, vivenciamos...

É isso que deixaremos como legado, se não unirmos nossas forças e atuarmos como cidadãos indignados.

Mirna Cavalcanti é advogada e articulista do BrasilWiki do Jornal do Brasil e minha amiga no twitter @mirnacavalcanti

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Dia de Vigília ou o Começo do Golpe

Hoje é dia de se ficar atento aos acontecimentos na corte pois irá se realizar na Câmara Federal, um ato em defesa do genial projeto de reforma política relatado pelo deputado Henrique Fontana (PT-RS), sabendo-se que a proposta está prevista para ser votada amanhã 05/10 na comissão especial designada para isso.
Aproveitando a viagem da governANTA às Orópa, o prepotente 9 dedos vai estar presente para "dar força" ao genial golpe de estado democrático emcurso, senão vejamos.
A presença do EX pretende dar a falsa impressão que ele lidera todos partidos da base alugada em torno da proposta e que há total entendimento de que seja o melhor para o Brasil. o que é absolutamente FALSO e LOROTA da pior qualidade.
Para tentar remover todas as divergências existentes e as reais necessidaes do povo brasileiro para construir um melhor sistema eleitoral, Fontana quer mostrar que é um grande articulador e que no final acabou montando um monstro que vai destruir com o pouco de autonomia que o eleitor ainda tem.


Vamos pelo tema Financiamento de campanha. A proposta do iluminado, entre financiamento público e privado, prevê um sistema híbrido em que seria criado um fundo para recolhimento de doações. Nada errado até o ponto que "permite" às estatais fazer doações. Outra leviandade seria a forma de distribuição desse fundo, proporcionalmente à composição das bancadas. Ora, isso é perpetuar que está no poder.


Outro tema discutível é o voto proporcional enganador que hoje vivemos. Sua troca pelo voto distrital seria o mais correto. O eleitor escolher seu candidato e pronto; tchau e benção. O monstrengo a ser apresentado prevê um tal de voto misto: o eleitor escolherá um que quiser e outro de uma lista de candidatos definida apenas pelos partidos. Nos governos militares isso se chamava candidato biônico, lembrando aquele personagem da TV.
Claro que isso ainda vai render. Depois da comissão tem votação em plenário, encaminhamento aos senado (que tem outra proposta) e a coisa vai longe, mas só o fato de pensarem nesse Frankenstein já deve deixar todo mundo com o pé atrás.


A pantomima de hoje é promovida por partidos cheira-calçolas e puxa-sacos tais como PT, PC do B, PDT e PSB e "movimentos sociais", como a UNE, EBES, MST e outros bandidos alugados de praxe.

Até agora o bafo de cana do EX já conseguiu o compromisso das legendas governistas de votar a favor do texto de Fontana apenas na comissão, mas não no plenário. Avançando, o perigo aumentará com certeza, mesmo com os passos a serem seguidos que citei.
Não há, por ora, data para a votação no plenário da Câmara. De concreto apenas a certeza de que, para ser aprovada, a proposta terá de ser levada à sorte dos votos.
Não podemos deixar que essas criaturas nefastas se julguem mais entendedores que o resto da população pensante e dos especialistas que não concordam de forma nenhuma com voto em lista e financiamento público, sem um enorme debate REAL sobre estes temas, entre outros

Ou Sai Todo Mundo Ou Nada feito.

Não morro de amores pela dupla-casal ai de cima, sabedor que sou das bandalheiras que fizeram e fazem em suas administrações.
Mas o que foi feito na prefeitura de Campos dos Goitacazes essa semana passada foi Golpe de Estado, liderado por algum governante próximo ou de planaltos mais distantes, sem sombra de dúvida.
A deposição de dona Rosinha da prefeitura por abuso de poder econômico soa com verdadeira piada, depois do que foi feito na campanha do Dudu paes e, mais recentemente, na campanha do Wally naquele mesmo estado; u da campanha da coisa, país afora, com o 9 dedos voando às nossas custas e casando eventos fantasmas prá fazer campanha.
Foram cenas patéticas, com defensores de uma e outra causa se pegando nas ruas de Campos e Rosinha resistindo à cassação e dizendo que só deixava o cargo presa ( eainda deu a idéia rs rs).
Se ela saisse, quem assumiria era o irmão de Garotinho, presidente da câmara municipal, tamanha a bandidagem da coisa.
Além de manter Rosinha no cargo, a liminar também suspende a inelegibilidade dela e do glorioso Anthony, hoje deputado federal, pelo menos por 30 dias, com base em dois argumentos jurídicos: que seria plausível a alegação de que Rosinha e Anthony teriam direitos ameaçados pela decisão que cassou a prefeita e tornou o deputado federal inelegível; e que a decisão do Juízo da 100ª Zona Eleitoral, que cassou o mandato da prefeita, era passível de ser revisada, após o exame do recurso pelo Colegiado do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro).
Sua excelência entendeu que constantes alterações na chefia do Poder Executivo municipal poderiam provocar o que ele classificou de "insegurança jurídica". Caso o mérito da ação não seja julgado em 30 dias, a decisão liminar perde efeito.
No ano passado, Rosinha já passou sete meses fora do cargo pela mesma acusação, mas conseguiu reaver o mandato.

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Quem Sabe faz Ao Vivo



Alvo de todas as críticas e difamações da corja vermelha, assim como da "vergonha canalha e covarde" dos tucanos que tiveram medo de assumir esta magnífica realização; as privatizações realizadas nos períodos de governo de Fernando Henrique acabariam por ser copiadas (e mal copiadas) pelos petralhas.

Vamos pular o capítulo do sistema telefônico e siderúrgico por serem inegáveis os benefícios advindos da privatização, e vamos tratar das rodovias.

Os trechos da rodovia BR 101 que cruza de ponta a ponta este país que foram privatizados antes da era 9 dedos, foram e são um sucesso. Funcionam, têm infraestrutura de suporte, são bem conservadas e têm manutenção adequada. E paga-se por isso; mas FUNCIONAM.

Os trechos que foram "concedidos"(eles odeiam o termo privatizar) na geração petralha têm pedágios baixos mas estão em pior estado de conservação que os que tinham antes do processo de terceirização. E matam muito mais que antes.

A corja diz que é porque o "sucesso do governo deles" pos mais carros nas ruas. Poha nenhuma. Que ganhou as concorrências cobra pedágios ditos baixos, prá não fazerem nada de benefício aos usuários.

O (des)governo federal modificou o modelo de privatização de rodovias de FHC acochambrando ainda na gestação de dona deelma na casa covil e a merda virou boné.
A então sinistra conduziu a privatização de sete lotes de estradas, que eles foram obrigados a seguir na sequência e chamar de 2ª fase da desestatização, modificando o que era muito bom, apenas para usar fartamente de forma politiqueira na campanha eleitoral da coisa em 2010, berrando aos 4 ventos que conseguiu obter contratos com baixos preços de pedágio e cronogramas curtos na entrega de grandes obras.
Mas a fórmula não deu certo e resultou em sucessivos e infind;áveis atrasos nas obras obrigatórias, protestos de usuários e ações do Ministério Público Federal contra a demora na melhoria das estradas; sem contar as centenas de acidentes e mortes que causaram. Claro que não têm como cobrar responsabilidades dos doadores das campanhas e fica por isso mesmo.
Mas o que estava ruim ainda vai piorar, desmentindo aquele grande filósofo Tiririca.
A mudança veio este fim de mês quando a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) lançou a concessão dos 475,9 km da BR-101 que cortam o Espírito Santo.
Achando pouco as facilidades para os apaninguados, o edital da BR-101/ES elimina grandes obras nos primeiros anos de concessão. A concessionária terá até 23 anos para entregar a duplicação de apenas 418 km da estrada, numa concessão total de 25 anos. Vê se pode? Quem é que acredita que, depois de ganhar dinheiro por 23 anos, alguma alma caridosa vai fazer alguma obra a 2 anos de entregar de volta a mina de ouro?
Pela regra, até 2022, precisam ficar prontos somente 207 km de duplicação. Um trecho de 35 km só precisa estar concluído por volta de 2035.

Portanto, um excelente negócio, ainda que macabro, é montar um sistema de socorro de emergência no estado do espírito santo, reduto de gente da base alugada.

Camata, Magno e demais cheira-calçolas de plantão que se pronunciem.

NA: O infográfico que abre este post foi copiado da Folha de São Paulo.

domingo, 2 de outubro de 2011

Coação Moral Inaceitável



É sabido que os blog vêm se revelando meios alternativos de divulgação e até denúncia de muita bandalheira país afora, uma vez que aos governos e poderosos fica fácil manobrar a "independência" dos grandes veículos por pressões, legítimas ou não. Também existem aqueles que são ao contrário: existem para agir em defesa de interesses excusos e satisfazer necessidades particulares.

Pipocam vários casos de blogs censurados e submetidos a vexames enquanto também proliferam os blogs financiados para puxar o saco ou cheirar calçolas, conforme o sexo do agraciado.

Não vou citar nenhum para não correr o risco de omitir ou deixar alguém de lado.

Aqui em Manaus existe o caso clássico da médica Bianca Abinader (essa moça aí de cima) que recentemente foi punida com 90 dias de suspensão por fazer críticas aos poderosos locais,em destaque ao prefeito Amazonino Mendes, aquele da casa multimilionária às margens do rio Tarumã e da anterior na mesma região geográfica, ambas motivo de reportagem nas principais revistas e telejornais de repercussão nacional. Este caso é longo e antigo, e seus detalhes constam no blog O Caso Bianca Abinader, criado e mantido por pessoas que acompanham sua evolução há tempos e registram em detalhes seu desenlace, com uma das pouquíssimas vias de defesa de moça. Sugiro fortemente que invistam alguns minutos em sua leitura e que passem a acompanhá-lo. O link aqui indicado consta na página Tabas Amigas desta Tribo, como uma forma de manifestar nossa solidariedade à profissional que , se não for a melhor médica do sistema solar, por certo não é a megera, bandida e fascínora que a pintam.

Pois vejam o que li no blog de Meu amigo Gilson Monteiro ... Em plagas marajoaras, a jornalista Franssinete Florenzano, (essa outra moça bonita) servidora concursada e de carreira da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, teve de parar de exercer livremente as suas atividades profissionais porque o vereador Gervásio Morgado (PR) exigiu, pelo que se conta por lá, aos gritos, a exoneração da moça do cargo de assessora no Tribunal de Contas do Estado do Pará, para onde está cedida. O nobre edil não gosta das críticas veiculadas no blog dela.

É inaceitável a coação moral e a violência psicológica sofrida pela jornalista paraense, a quem costumo ler, tanto que também consta nas Tabas Amigas.

Franssinete recentemente disse que “Nem preciso lhe dizer que escolhi a minha dignidade e o livre exercício da profissão e de manifestação e expressão como cidadã, como a Constituição me garante. Também avisei que vou desmentir publicamente se aparecer na minha exoneração “a pedido”. Não tive escolha, foi coação moral. Eu teria, veja só, que tirar do ar o blog, o site, e até os meus perfis no twitter e no Facebook! Disse ao conselheiro que sempre fui honesta justamente para que ninguém pudesse me chantagear. Não aceito essa violência e não me submeto a tramóias e conveniências políticas. Estou esperando a qualquer momento minha exoneração. Mas volto para a Alepa de cabeça erguida. A herança da minha filha será o exemplo de trabalho e caráter que deixarei a ela.”

Assim como o Gilson, fiquei indignado com mais esse exemplo de prepotência de um político, igual aos milhares que nesse país se julgam acima do bem e do mal para satisfazer seus instintos bestiais e se locupretarem às custas de nossos impostos.

Para todos os que se manifestam a favor do estado de direito e das defesas mínimas de nossos direitos constitucionais e da liberdade de expressão, não é possível que fiquemos inertes diante de tanta serrergonhice, principalmente aqui por perto de nossa taba. Ou reagimos agora contra esse ambiente de impunidade a que esses inconsequentes e oportunistas fazem ou eles nos engolirão.

Descascando Batata Quente

Essa é para os cozinheiros de plantão. Descascar batatas quentes é uma judiação. Absoluta certeza de queimaduras e ferimentos. Seus pobremas acabaram. Não precisa mais queimar as mãos nem ficar sacudindo os dedos. Basta assistir ao vídeo anexo e em poucos segundos mesmo sem saber falar japonês, você poderá descascar rapidamente quantas batatas quiser!... Aproveite...


video