Read In Your Own Language

sábado, 6 de junho de 2015

Quebradeira e Calote na Esteira da Lava a Jato


Uma longa e tenebrosa cadeia de empresas em ritmo acelerado de quebra, falência ou recuperação judicial vai se montando no Brasil na esteira das ações na Operação Lava a Jato na Petrobras.
Descoberta a gigantesca falcatrua montada na estatal, suas contratadas primárias, no olho do furacão, tiveram contratos suspensos ou cancelados e levaram de roldão as suas sub-contratadas no fornecimento de componentes, peças e serviços.
Levantamentos da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos - ABIMAQ, seus membros ligados ao setor de óleo e gás estão pela bola sete. Tinham créditos a receber da ordem de 27 milhões de reais junto as empreiteiros principais em dezembro do ano passado. Agora, em final de maio, este número saltou para 412 milhões, um incremento de 1.400% no "Haver" da contabilidade.
Não tem quem aguente um rombo tão grande nos caixas. É impossível se manter portas abertas e empregos numa condição dessa.
Os mais destacados credores são os fabricantes de tubulações, caldeiras, equipamentos e componentes de refino, equipamentos e componentes eletro-eletrônicos e por aí vai.
Os grandes devedores são a Alusa, Odebrecht, Schaim, Ecovix, Mendes Júnior, OAS, Galvão Engenharia entre outras.
Os buracos negros onde sumiram estes reais e dólares são o Complexo do Rio de Janeiro, a Refinaria de Abreu e Lima e instalações de perfuração e sondagem da Petrobras.
As dívidas se referem a itens entregues e não pagos e outros encomendados que podrecem nas fábricas pois não mais serão aplicados nas obras.
Um instrumento que está se tentando para salvar alguma coisa é a "Cessão de Créditos"; quando o fornecedor principal autoriza a Petrobras a pagar direto para o sub-contratado e descontar de seu próprio faturamento, mas isso só funciona quando há créditos a receber e não atingidos por bloqueios judiciais.
Muitos operários vão sofrer com suas famílias por causa dessa sacanagem toda. E os bonitões nas suas mansões tomando champagne.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Cordelando 117: Fomentando Em Casa Alheia


Começo o meu versar,
Com coisinha mais amena.
Pois só vendo coisa ruim,
Enche o coração de pena.
Falo da grande final,
No mais velho continente.
Juventus e Barcelona,
Jogo de gente valente.

De um lado tem o Pirlo,
Um veinho bom pra danar.
Mestre da arte da bola,
Põe ela onde ele achar.
Do outro tem um geninho,
Driblador e um artista.
Só tem a perninha esquerda,
Mas com ela faz a lista.

Outro fato bem marcante,
De todo evento recente.
É hoje se celebrar,
O Dia do Meio Ambiente.
Tão sofrido e judiado,
O lugar onde vivemos.
Vamos acabar com tudo,
Caso não nos adequemos.

Voltando a nosso Brasil,
 Onde a coisa anda feia.
Pro lado dos metalúrgicos,
Todo mundo leva peia.
Teve lá tal de layoff,
Todo mundo em perigo.
Antes de pegar a conta,
Este é o maior castigo.

E o banco de fomento,
Do governo federal.
Ajudando as empreiteiras,
A aumentar o capital.
Com obra no estrangeiro,
E capital nacional.
Fazendo um grande chuncho,
Verdadeiro carnaval.

E a confusão da FIFA,
Parece nunca acabar.
Muito podre aparecendo,
Também do lado de cá.
Enrolado todo mundo,
Metido com futebol.
Varrendo toda sujeira,
Pra debaixo do lençol.

E o pacote do Levy,
Ameaçando gorar.
Pois por mais que ele corte,
Muito ainda tem que podar.
No importante ele não mexe,
Uma coisa colossal.
39 ministérios,
Negócio bem anormal.

Um fato tão absurdo,
Um nojo fenomenal.
Reitor de universidade,
Em atitude ilegal.
Cobra do subordinado,
Informação de racista.
Procurando israelita,
Como se fosse nazista.

Outra coisa interessante,
Bate boca bem legal.
Foi saber quem que mandava,
Na empresa estatal.
Dona deelma diz que é ela,
Renan e Cunha também.
Quem escolhe diretor,
Como se fosse armazém.

Bem lamentável também,
Lá no Rio de Janeiro.
Evitando alugar arma,
Muda o jeito do obreiro.
Pega faca de cozinha,
Saia pra rua a assaltar.
Levando novo perigo,
A quem sai pra trabalhar.

Moleque de toda idade,
Levando faca na mão.
Corta, fura e machuca,
A nossa população.
Sem saber o que fazer,
A puliça corre atrás.
Bandido na dianteira,
Em bairro e ruas centrais.

E lá nas Minas Gerais,
Primeira dama enrolada.
A PF descobriu,
Uma empresa de fachada.
Manuseando dinheiro,
Tinha grana de montão.
Ajudando o marido,
A ganhar a eleição.

Vou ficando por aqui,
Encerrando meu versar.
Pois assunto não me falta,
Quase não posso parar.
Mais aí Blogger bloqueia,
Pois fica grande demais.
Motivo sempre aparece,
Por aqui coisas normais.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

CUT: Crítica, Pero No Mucho


Nenhum ser vivente de bom senso gosta quando o Banco Central e seu famigerado Conselho de Política Monetária - COPOM eleva a taxa SELIC e os juros disparam arrancando de nossos bolsos o que já não temos. Todo mundo fica xuxo de raiva e protesta a bom berrar.
E não se engane quem pensa que "eu não pego dinheiro emprestado e, portanto, não pago juros". PAGA SIM. Porque alguém na sua cadeia pde abastecimento pega e embute no produto que você consome.
Ontem, no apagar das luzes do Palácio da Inflação antes do feriadão, o BC elevou a taxa de juros pela sexta vez consecutiva, passando de 13,25% para 13,75%; carcando no nosso lombo um quarteto fantástico: juros alto, desemprego crescente, inflação resistente e PIB despencando.
Até a gloriosa CUT protestou, em NOTA OFICIAL, imaginem... A CUT maldizendo ações do governo de quem é o Braço Sindical.
Claro que, não podendo culpar FHC,  herança maldita e aquelas baboseiras própria da corja vermelha, a central se limitou a falar o óbvio sem dizer quem mandou o petardo nos brasileiros.
O texto inclui pérolas como “Para a CUT, a medida é ineficaz no combate à inflação, encarece o crédito para consumo e para investimentos, causa mais desemprego, queda de renda, piora o cenário de recessão da economia e ainda contribui para diminuir a arrecadação do governo, que está atrelada ao nível de atividade econômica. Sem falar que concentra cada vez mais renda nas mãos de banqueiros e especuladores financeiros.”
Há uns anos atrás, a CUT mais MST mais UNE estariam fazendo a maior zona nas ruas do Brasil, mas hoje, sem ter em quem bater, faz igual ao Valdívia do Palmeiras: chuta o vácuo. Não cita a regovernANTA e, pasmem, nem o Joaquim Levy. 
Bem, eu culparia o Aécio Neves. Afinal, foi ele que deu azidéia..

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Primeiros Números das Misteriosas Contas do BNDES


É só uma provinha, como dizem os cozinheiros, do grande buffet que são os financiamentos do BNDES no exterior, sem controle dos órgãos de fiscalização existentes no Brasil, em países cuja facilidade de ajeitamentos é imensa e com taxas de retorno, com certeza, bem altas.

Segurem aê que depois virá mais...

  • 2,9 bilhões de dólares para a Andrade Gutierrez (Angola, Venezuela, República Dominicana, Gana e Moçambique); juros entre 2,79% e 7,6% ao ano.
  • 398 milhões de dólares para a Queirós Galvão (Angola); juros entre 3,26% e 7,16% aa.
  • 255 milhões de dólares para a Camargo Correa (Angola); juros entre 3,3% e 5% aa.
  • 8,2 bilhões de dólares para a Odebrecht (Angola, Argentina e República Dominicana); juros entre 3,15% e 7,65% aa.
  • 354 milhões de dólares para a OAS (Argentina); juros entre 2,83% e 4,07% aa.
Se bem observarem, nada se falou de Cuba e de várias outras ditaduras africanas que o 9 dedos e a regovernANTA estavam e estão cevando há um tempão.

Os trouxas achando que era pr´aquela velha pretensão de ter uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU e na realidade era pra abrir as portas pra maracutaia em larga escala.

Como disse lá em cima: aguardem que tem muuuuito mais.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Agilidade Seletiva Na PF?


Ontem boiou a informação que a Polícia Federal havia indiciado o glorioso Ricardo Teixeira por crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.
Isso porque comprou apartamento infra-valorizado, pôs bens em nome de outros, manteve contas não declaradas na Suíça, ostentado um padrão de vida superior ao declarado como renda, etc, etc,etc.
MUITO BEM...
Mas tudo isso depois que o FBI pôs as mãos nele e em outros canalhas. Por que não fizeram antes? Por que só ele? Cadê os outros? Por que não os crápulas que fazem muito pior e COM DINHEIRO PÚBLICO? 
Afinal, bem ou mal, a CBF e a FIFA são sociedades privadas e nem de longe se comparam a Petrobras, Eletrobras, Caixa, Correios, Ministérios e por aí vai...
CADÊ OS OUTROS?

Um Super-Aeródromo Em Pacaraima - Fronteira com a Venezuela


Postei ontem no Facebook mas, para registro histórico, retomo o tema e gravo aqui na Tribo dos Manaós, pra não dizerem depois que este cacique se omitiu.
Um rápida introdução: a Reserva Raposa Serra do Sol é uma área de terra indígena situada no nordeste do estado brasileiro de Roraima, em terras dos municípios de Normandia, Pacaraima e Uiramutã, colado na fronteira com a Venezuela; destinada por decreto à posse permanente dos grupos indígenas ingaricós, macuxis, patamonas, taurepangues e uapixanas.
A Raposa Serra do Sol foi demarcada através de decreto de 15 de abril de 2005, do Presidênte da Republica Luiz Inácio Lula da Silva, o X9 dos 9 dedos. É uma das maiores terras indígenas do país, com 1.743.089 hectares e 1000 quilômetros de perímetro.
Em abril de 2008, o governo de Roraima entrou com uma representação no Supremo Tribunal Federal, reivindicando a suspensão da ordem de desocupação. Diante da resistência, o Governo Federal reforçou a operação com o envio de soldados da Força de Segurança Nacional para auxiliar a Polícia Federal na desocupação. A representação foi acatada por unanimidade no Supremo e a chamada Operação Upatakon III foi suspensa até o julgamento de todos os processos relativos à homologação das terras indígenas. A PF permaneceu na área.
O então Comandante Militar da Amazônia, General de Exército Augusto Heleno Ribeiro Pereira, militar com larga experiência na região, criticou duramente a separação de índios e não-índios, afirmando que a política indigenista praticada no país era "lamentável, para não dizer caótica" e que os índios "gravitam no entorno dos nossos pelotões porque estão completamente abandonados". 
Alertou também para o problema de grande quantidade de terras indígenas na faixa de fronteira norte do país, citando 14 problemas diplomáticos na América do Sul que poderiam gerar uma guerra; metade deles no norte do continente. 
"Há ameaça de conflitos armados, ainda que não sejam iminentes, mas que podem acontecer devido a um aumento inegável de tensão em algumas relações bilaterais"
Lembrou uma séria perturbação acontecida em março de 2008, que poderia, segundo ele, ter rapidamente evoluído para uma situação bélica. 
Em sua cátedra, o general afirmou que "a melhor maneira de evitar uma ofensiva militar na Amazônia é manter uma força de dissuasão, na floresta. Como um brasileiro não pode entrar numa terra porque é uma terra indígena?"
Pois bem... Além de bater o pezinho, sacanear o general e tirar seu comando, obrigando-o a ir para a reserva, o 9 dedos mandou construir uma senhora pista de pouso em Pacaraima, na beirinha da fronteira com a extremamente democrática Venezuela; capaz de permitir a operação de aeronaves militares de grande porte, sem ter um estilingue para a defesa da fronteira na região.
A imagem que abre este post foi capturada do Google Earth. Que quiser ver é só ir lá e procurar pelo Aeroporto de Pacaraima, coordenadas 4.493833 Norte, -61.168122 Oeste
O vídeo a seguir alerta para este fato de altíssima relevância.
video

Posto este artigo em homenagem ao General Augusto Heleno, com quem tive a honra de tomar um café com pão de queijo e conversar por ótimos 30 minutos num shopping de Manaus, pouco antes de sua remoção do comando do CMA.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Pronto:Agora o Corte Chegou no Bolsa Família


Pra começar bem o mês... Com informações da revista ISTO É

O PAC e o Minha Casa, Minha Vida, baluartes da campanha de dona deelma, já tinham sido tungados pela tesoura estelionatária da regovernANTA. Pois agora o corte chegou ao terceiro pilar da maior mentira já contada neçe país; o Bolsa Família.
Para todos os efeitos legais e midiáticos, o valor destinado ao programa em 2015 terá um aumento de R$ 1,2 bilhão em relação ao desembolsado ano passado. Porém, quem se der ao trabalho de fazer uma conta de padaria, verá que o Bolsa Família terá de contemplar na verdade, um adicional de 10% por causa daquele reajuste de concedido nas vésperaa da campanha eleitoral.
Com este aumento, seria necessário acrescentar R$ 2 bilhões nas despesas com o programa e não os tais 1,2 bilhões. Sem usar calculadora, pode-se verificar que a conta ficará defasada em R$ 800 milhões. Ou seja, o governo, na verdade, reduzirá o montante destinado ao programa.
Isto posto, o povão está sendo fragorosamente enganado e VAI FALTAR dinheiro para pagar a conta do Bolsa Família ao longo do ano. 
Pra disfarçar, podem esperar uns "ajustes" tipo recadastramento, pessoas que não apresentaram algum dos poucos documentos necessários, abandonos milagrosos em massa e por aí vai...
E ainda vão dizer que trata-se de "combate a fraudes, podem esperar.

domingo, 31 de maio de 2015

Esmola Com o Chapéu Alheio


Foi só o FBI começar a abertura da caixa preta da FIFA que nosso gunverno já achou uma brechinha pra fazer agenda positiva. Quando viram que tinha um brasileiro no meio do rolo, logo se apressaram em correr para as câmeras e puxar uma brasa pra sardinha deles.
Mesmo ficando, mais uma vez, evidente a inépcia das investigações tupiniquins, igual a um zagueiro pesadão chega num atacante rápido, o sinistro da justiça Dudu Cardoso já sapecou um “Só podemos investigar delitos que sejam tipificados pela legislação brasileira. Se neste caso houver, a Polícia Federal abrirá um inquérito e fará uma investigação rigorosa em relação a isso.''
Ora poha, mas isso até as criancinhas que aguardam as creches prometidas pela deelma sabem... Mas mesmo assim Dudu disse que o Departamento de Justiça Americano vai querer uma parceria e que pretende compartilhar informações. Se quiser, o Brasil poderá abrir suas próprias investigações.
“A cooperação do Brasil será feita”, disse Cardoso, como quem chuta de canela. “Havendo indício de práticas ilícitas perante a legislação brasileira e de órbita federal, agiremos com rigor”, completou, com a disposição de um zagueiro de time de várzea. “É interesse do Brasil que tudo se esclareça.''
No mesmo passe de Gérson, a Receita Federal informa que investiga fraudes no futebol brasileiro desde 2002. CUMA? Em 13 anos não prendeu ninguém? Eu mesmo já fui chamado à Receita duas vezes neste período para retificar erros de digitação nas minhas declarações. 
O fisco diz que investigou 96 pessoas e empresas ligadas à bola e cobrou R$ 4,7 bilhões em tributos, multas e juros; mas não levou junto o Ministério Público Federal ou a PF nem revelou os nomes dos investigados por causa do bendito sigilo fiscal, aquele mesmo do BNDES.
Foi divulgado também que o setor de Inteligência da Receita vai pegar mais informações com o fisco americano para saber se há novas provas contra personagens que já auditou ou acusações contra envolvidos que jamais farejou.
Até a soberana se disse envergonhada e chocada, como costuma fazer quando é pega de surpresa.
Mas isso é outro impedimento...