Read In Your Own Language

sábado, 18 de junho de 2011

Uma Voz Dissonante: Orlando Silva

Ainda não havia dado o devido destaque ao querido homônimo de uma das vozes mais bonitas que esse país (vou dispensar o trocadilho habitual enquanto falo do cantor) já produziu.

Uma das primeiras criaturas a expor as maracutaias, más versações, roubalheiras, serrergonhices e outros adjetivos do ramo do (des)governo deçepaiz (Pronto. Voltei) nos últimos 8 anos.

Tudo começou com uma simples tapioca comprada num "arraiá" qualquer. Problema? Nenhum se pagasse com a sua grana. Mas o noço personagem comprou com o seu cartão corporativo. Aquele que nós pagamos e que depois de tantos escândalos virou despesa de segurança nacional.

Daí prá frente teve um quilo de escândalos (medido pelo peso da tinta das impressoras sobre o papel), culminando com um pequeno acréscimo nas contas do Panamericano do Rio de Janeiro da ordem de 1.000%, ou seja multiplicadas por 10. Vou escrever: por DEZ.

E sempre com as mesmas explicações padrão nove dedos: não sei, não fui eu, fui traido, está tudo explicado nos relatórios ao TCU e coisas do gênero.

Mas ladrão que se presa volta à cena do crime. Reconduzido na marra pelo PC do B, componente da base alugada, o sinistro dos ixportes continuou conduzindo seu caiaque nas corredeiras do poder. Enrolando agora está em cima dos orçamentos da Copa 2014 e Olimpíadas 2016. Grana prá mais de metro.

Foi um dos principais articuladores do enxerto da MP 527 no que se refere ao RDC. E defensor perpétuo do crime em todos os aspectos que se analize.

O caboco invocou até lobby dos empreiteiros prá que o segredo de orçamentos, valores e preços fosse implantado, chegando ao absurdo de falar que "prestação de contas de gastos estimados em R$ 10 bilhões nos eventos estaria vinculada à conveniência do Executivo". Prá potaquepareo. Depois deu numa recuada e disse que foi mal interpretado, igual dona deelma. Mas foi articulador nas horas de torpedear a reforma do Morumbi com custo total pelo São Paulo Futebol Clube, na certeza que teria uma "urgência" prá fazer o estádio do Curintcha, time do EX.

Recentemente fez visita de cortezia a Gilberto Kassab e logo aquele UM concedeu benesses fiscais de R$ 450 milhões à obra.

O cidadão está enrolado até na confusão de roubo e otras cositas más em Campinas e foi arrolado como testemunha no processo.

Nesse meio de caminho, defendeu bandidos da mesma laia, agrediu opositores com discursos baixos, chaleiros poderosos de plantão, está envolvido em inúmeros casos de corrupção, como convém à tchurma de que faz parte.
Ouçam os comentários da CBN sobre o nosso personagem.


Não Deixe Quem Bebeu Dirigir Seu Carro, Mesmo Que Seja Você


sexta-feira, 17 de junho de 2011

A Entrevista da Coisa Sobre O RDC

Demorei mas achei a entrevista coletiva de dona deelma sobre o RDC - Regime Diferenciado de Contratação ou Roubalheira Declarada Claramente, como escrevi AQUI. São os primeiros 03:39.


Gaga, neuvosa, agitada e falando num idioma bem parecido com o português, mesmo que agressivo a quem sabe declinar um verbo; dona deelma praticamente confirma o que se sabe: foram pegos com as calças na mão quando usaram o rolo compressor para enfiar na MP 527 este absurdo, matéria de 10 entre 10 jornais, blogs, sites, RSS, facebook, twitter ou qualquer outro meio de comunicação. Na CBN foi comentado que existiam até coisas escritas a mão. Um absurdo mesmo.








Depois ela continua falando em sigilo das informações, vacas prenhas e rebanhos, desmatamento, produção de álcool (lembrou de alguém?) e venda pros EEUU, programa de cobertura de ginásios, briga com ruralistas, ameaças de competidores agrícolas internacionais, fronteira entre Ribeirão Preto e a Amazônia e por aí vai. Dá um total de 18:16 minutos de pura diversão. Se tiver paciência assista.

Procedimentos Em Uma Mesa de Licitação

Participar de uma licitação é uma coisa científica. Requer muito embasamento técnico sobre o item em peleja e uma boa dosagem de preparação psicológica, seja em que modalidade for: convite, concorrência, tomada de preços e pregões sejam presenciais ou eletrônicos.

Surgido o certame (esse é um termo clássico para a disputa), prazos começam a contar e muita energia começa a ser dispendida até o dia D da apresentação da proposta.

Dias (e muitas vezes, noites) são investidos em consultar fornecedores, avaliar alternativas e preços de insumos, realizar complexos processos de dimensionamento de equipes, prever e quantificar componentes, equipamentos, instrumentos e infraestrutura para as diversas etapas obra ou prestação de serviço, traçar cronogramas de adequação e por aí vai.

De ambos os lados da mesa, contratantes e contratados, muitos custos estão associados: horas de trabalho, cópias, telefonemas, andanças e peregrinações, cópias, etc, etc.

Faz muito bem a ambas as partes o mais completo possível conhecimento do que se quer contratar, sendo essa a única forma de se definir o preço justo e certo para o produto e a satisfação dos contratantes. Acerto de 100% é muito difícil, por isso os contratos podem ser aditados em preço e prazo para cobrir eventuais divergências. Destaco: EVENTUAIS.

Ousando comparar profissões, os Projeto Básicos ou os Termos de Referência que definem os rumos e norteiam as contratações estão para uma contratação de obra ou serviço assim como o Prontuário Médico está para as orientações para uma cirurgia.

Nenhum cirurgião pega num bisturi sem ter informações sobre pressão, glicemia, capacidade de coagulação, alergias medicamentosas e muitos outros dados mais.

MESMO EM EMERGÊNCIAS.

Na contratação de uma obra ou serviço é a mesma coisa, ou deveria ser.

Ao contratante cabe definir todos os principais critérios e diretrizes, o projeto básico ou termo de referência técnica, o valor estimado, prazo para execução e condições específicas de segurança e higiene para o local do trabalho.

Aos proponentes compete fazer caber todos os anseios do contratante no menor valor possível que contemple seus custos, tributos e encargos, impostos, lucro e remunerações. Dependendo do prazo da obra e do contratante, há que se contemplar custos financeiros com falhas de recebimento, condições gerais e particulares de reajustes de preços, contingências e seguros e até ressalvas contra causas de força maior.

Viram como a coisa é complexa? Já estive nos dois lados da mesa nos últimos 20 anos e sei os anseios e temores que se passa em licitações.

Agora vem um monte de gente desse (des)governo, inclusive a própria dona deelma, e quer me enfiar goela abaixo que não se pode fornecer o custo estimado da contratação senão você mostra aos pretendentes suas intenções? Ela ainda disse que "sentia muito o equívoco que se estava formando e que os valores serão entregues aos organismos de controle". Salta aquela velha máxima: a raposa cuidando do galinheiro.

O sinistro dos esportes ainda disse que isso tinha sido um clamor e um verdadeiro lobby dos empreiteiros. Mostre AO MENOS UM?

Todas as organizações civís ligadas à área se manifestaram contra: OAB, CONFEA, Sindicatos e Associações de Procuradores da República, Engenheiros e Arquitetos e por aí vai.

É impossível que apenas os calhordas que (des)governam o Brasil e os apaninguados alugados vorazes por verbas e cargos sejam seus defensores.

Esse trecho da MP não pode se materializar. Na realizade a MP inteira, pois isso é só um pequeno contrabando num mar de sujeiras e patifarias.

Ouçam o que disse Athaíde Ribeiro Costa, Procurador da República no Amazonas e coordenador do Grupo de Trabalho da Copa de 2014 do Ministério Público Federal em entrevista à Rádio CBN.

Imagem Vigente do STF



Memória Seletiva: É Cada Uma...

Informações da Revista Época
A nossa querida tainha berrante Ideli Salva-te, desdisse o dito, bem ao estilo Merdandante, sobre o sigilo eterno de documentos do governo, desejado por Riba e pelo Collorido e apoiado por dona deelma, e garantiu que a decisão em análise no congresso não valerá para os documentos do período da ditadura. Isso porque estava muito turvo se o (des)governo garantiria ou não o sigilo para esses papéis também, no meio do pedido dos ex-presidentes, o que havia gerado um clima meio ruim, pressionado que está o (des)governo por setores da sociedade civil para a liberação dos documentos do governo militar.
Em seus comentários, Ideli foi lisa igual ao peixe muçum. Como o projeto prevê a possibilidade de determinados sigilos serem renovados por diversas vezes, pode tornar alguns documentos eternamente secretos. Disse ela que só pode ser solicitada a renovação em três assuntos por mais 25 anos: integridade do território, segurança nacional e relações internacionais.
"Para os documentos do período da ditadura, que neste caso específico referem-se aos direitos humanos, não será negado o acesso", afirmou Ideli. Portanto, tudo é mesmo um grande lare-lare pois no fundo insistem na manutenção do segredo indefinido de certos documentos, em destaque dos governos de Collor, Ribe e do nove dedos.
Ao tirar os papéis da ditadura da restrição, Ideli tentou minimizar constrangimentos causados a dona deelma, torturada nos anos do regime militar, e que tinha se posicionado a favor da proposta que acaba com o sigilo eterno quando ministra do EX.
Assessores do próprio Planalto observam, porém, que o termo direitos humanos tem sentido amplo. Os papéis da Guerra do Paraguai, por exemplo, envolvem questões de fronteira, mas também conflitos contra civis.
A Associação Nacional de Jornais (ANJ) emitiu nota na noite desta quarta condenando a censura do governo a documentos oficiais protegidos pelo sigilo eterno.
"A ANJ considera um retrocesso a possibilidade de o projeto de lei que regulamenta o direito de acesso a informações públicas ser aprovado pelo Congresso com disposição que permite o sigilo eterno para documentos oficiais", diz a nota da entidade, que reforça a defesa pelo princípio da transparência. "Para a ANJ, o projeto deve ser aprovado no Senado tal como o foi na Câmara, em respeito ao amplo desejo de transparência da sociedade brasileira."
A ministra percebeu que não há consenso nem entre os membros da base alugada e, apesar de afirmar que vai dialogar com todos os líderes, jogou a batata quente nas mãos do parlamentares. "Agora, o Congresso está debatendo", disse.

Será uma boa briga. Entre eles mesmo.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

RDC: Roubalheira Declarada Claramente

Tudo tem limites. Inclusive a cara de pau, a serrergonhice e a capacidade de querer fazer todo mundo de leso.

Por diversas vezes, o (des)governo tentou enfiar como contrabando em MP's anteriores a "flexibilização " das leis que regem as licitações e contratações de obras no Brasil, uma conquista do povo principalmente pela Lei 8.666. Pois ontem, repetindo a mistura de cu com calango, enfiaram na MP 527, concebida para criar mais um ministério (da Aviação Civil), a Câmara dos Deputados aprovou por 272 votos favoráveis, 76 contrários e três abstenções, as regras que flexibilizam as licitações para as obras da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016.
Com isso, fica criado o chamado RDC (Regime Diferenciado de Contratações, ou Roubalheira Declarada Claramente, como preferirem) o que, na visão dos genuflexos deputados, deverá "agilizar contratações" para as obras necessárias para a realização dos mega-eventos esportivos. É obvio que não tem nada de agilizar coisa nenhuma. Sabe-se que essas obras são necessárias há quase 4 anos e não se fez absolutamente nada. Esperaram se instalar uma crise para legalizar a roubalheira.
Entre outras poucas vergonhas, acaba-se com a exigência de apresentação de projetos básico ou executivo antes da licitação, bastando um "anteprojeto de engenharia" e as definições finais, e seus consequente custos de construção ficam a cargo do vencedor dos certames licitatórios.
Também está inclusa a possibilidade dos municípios contratarem empréstimos para obras da Copa e da Olimpíada até 31 de dezembro de 2013 sem que isso aumente seu limite de endividamento apurado com base na receita líquida real, derrubando outra lei, a da Responsabilidade Fiscal, que os Petralhas sempre foram contra.
É pouco? Pois também se incluiu na boquinha cidades que estejam a até 350 km das cidades sedes, estendendo a elas os benefícios do regime diferenciado.
Mas ainda não acabou. Também consta no texto básico aprovado um pequeno detalhe: o governo federal poderá manter em segredo orçamentos feitos pelos órgãos da União, de Estados e municípios para as obras da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada do Rio em 2016.
Dessa forma, nunca será possível saber se os eventos estouraram ou não os orçamentos. O texto final, porém, ainda pode ser alterado, já que os destaques só serão avaliados no dia 28.
Pelo texto atual, só órgãos de controle, como os tribunais de contas, receberão os dados. E mesmo assim apenas quando o governo considerar conveniente repassá-los, tendo esses orgãos a determinação expressa de não divulgá-los.
Pela legislação atual, a administração pública divulga no edital da concorrência quanto estima pagar por obra ou serviço num orçamento prévio, baseado em suas tabelas oficiais ou em pesquisas de mercado, para balizar o julgamento das propostas. O (des)governo alega que a divulgação pode estimular a formação de cartéis e manipulação de preços.
Além disso, os órgãos de controle poderiam solicitar informações antes ou depois do final da licitação. Agora, a MP diz que o orçamento prévio será disponibilizado "estritamente" a órgãos de controle, com "caráter sigiloso". Também foi retirada do texto a garantia de acesso a qualquer momento por esses mesmos órgãos.
O RDC prevê também que se possa aumentar o valor de um contrato sem limite, na mesma licitação. Hoje, pela lei, esses aditivos estão limitados a 25% (obras novas) e 50% (reformas).
O berreiro Ideli pediu unidade na base aliada na votação da MP, dizendo que o caráter sigiloso do orçamento estava "implícito" e que a mudança ocorreu para deixar a redação "mais clara".
Na maior cara de pau, Ideli se baseia na própria Constituição que admite sigilo "quando há interesse do Estado e da sociedade".

Pelo amor de Deus. Não é possível que tratem pessoas que pensam, refletem e se informam; como idiotas e fazer todas as coisas à revelia de quem realmente paga imposto nesse Brasilzão sem lei.

Que os grandes veículos da imprensa e os organismos da sociedade civil organizada façam alguma coisa para evitar que mais essa patifaria seja implantada por aqui.

Liberdade de Expressão X Apologia Ao Crime

Estão vendo aquele crucifixo ali no fundo da imagem? Pois nossos ministros da Corte Constitucional deveriam removê-lo imediatamente. Em suas duas mais badaladas decisões criaram condições para que Ele saltasse da parede e saisse correndo com raios nas mãos para atiras em çuas inçelenças. Primeiro referendaram a decisão estúpida do EX que acoitou o assassino Cesare Battisti em nosso país, vai conceder-lhe visto permanente, num primeiro momento, incluindo autorização de trabalho e, escrevam aí, na balada será autorizada a cidadania. Assim sendo, a criatura vai requerer indenização e pensão pelos anos que ficou preso.

Ontem, numa discussão prá lá de ridícula, aprovou por unanimidade a liberalização de marcha que peçam TODA E QUALQUER COISA, inclusive liberação de drogas, discriminação de quaisquer naturezas e tudo o mais que se achar que deva, em nome da Liberdade de Expressão constante na Constituição Federal.
A argumentação do relator Celso de Mello cravou várias vezes o argumento de que, mesmo que se faça apologia a crimes ou coisas que se suponham e se achem crime, podem ser livremente manifestadas. Invocou até uma lei de 1890 que proibia a capoeira, que hoje é luta marcial brasileira e patrimônio cultural.
Seguiram-se a ele TODOS os ministros do Tribunal. Nego falou em não criminalização de estupro, em heroismo de Tiradentes, em manifestações silenciosas apenas as fúnebres, etc.
Em relampos esporádicos, levantaram a hipótese de proibir a presença de crianças e adolescentes, logo descartadas, por entenderem que isso é de responsabilidade dos pais e não do estado.
Parando para pensar e limitando à Liberdade de Expressão. Perfeita a decisão dos srs. ministros. Todos devem ter direito a se manifestar livremente e em praça pública. Mas pergunto: se uma criatura ousar subir num trio elétrico em qualquer ponto de manifestações populares desse nosso imenso Brasil, e desancar a falar mal de dona deelma, do EX, do Riba, do Jucá, do Calheiros ou de qualquer membro da corja; dos parlamentares que seguem como uma boiada as decisões do executivo apenas para garantir cargos a seus apaninguados e roubarem o mais que puderem, ou mesmo questionando o notório saber dos ministros do STJ e STF, essa mesma criatura duraria livre mais que 24 horas? Estaria livre de atentados? Estaria livre de uma devassa em sua vida e de seus familiares?
Então por favor, não venham me falar de que todos têm o direito de se manifestar. O que tem de jornais, revistas e blogueiros censurados é brincadeira.
Vai que um louco aparece e se manifesta contra a decisão da Princesa Isabel quando extinguiu a escravidão no Brasil...Ou pregando a favor de Dolfinho Hitler? Zezinho Stalin? Nunca mais sai da cadeia.

Se alegaram que nas tais manifestações não se pode fazer apologia, apenas externar opiniões, acho que um grupo de SkinHeads cantando hino de Hare Krishna não muda sua linha de pensamento.

Mas tudo bem, que haja liberdade de expressão. É a essência da democracia.
Inclusive a minha de dizer que lamento mais uma vez, e que acho uma vergonha enorme.

Diferença Entre Homens e Mulheres


video

quarta-feira, 15 de junho de 2011

4 Misteriosos Volumes D'Água

Você provavelmente já ouviu falar do Triângulo das Bermudas, área oceânica famosa por fazer barcos desaparecem misteriosamente. Infelizmente, esse não é o único lugar com segredos obscuros e atividade (aparentemente) paranormal. Mais regiões de grandes volumes de águas já passaram por situações inexplicáveis. Confira:

O Triângulo das Bermudas, uma região da parte ocidental do Atlântico Norte, é definido pelos seus pontos em Bermuda, Flórida e Porto Rico. A área tem uma longa reputação de misteriosamente engolir barcos, navios e até aviões.
Algumas pessoas acreditam que a região contém um buraco para outra dimensão, enquanto outros dizem que a área é um local de atividade OVNI e que alienígenas estariam abduzindo os barcos perdidos.
A primeira vez que o Triângulo das Bermudas atraiu atenção foi em dezembro de 1945, quando cinco aviões da marinha dos Estados Unidos desapareceram durante um exercício de treinamento. Antes de perder contato com o rádio e desaparecer em algum lugar ao largo da costa do sul da Flórida, o líder do voo teria dito: “Estamos entrando em águas brancas, nada parece familiar”. Nunca mais se ouviu falar dos 14 homens. Mesmo a aeronave de busca e resgate com 13 homens a bordo, enviada para localizar os aviões desaparecidos, também desapareceu inexplicavelmente.
Desde então, o desaparecimento de embarcações na área, incluindo um navio-tanque americano transportando uma tripulação de 39 pessoas em 1963, e um navio americano com 309 tripulantes em 1918, ficaram conhecidos e o Triângulo das Bermudas virou tópico de assombração.

Não há costa no Mar dos Sargaços, uma região no meio do oceano Atlântico Norte cercada por correntes oceânicas. As correntes marinhas depositam plantas e lixo no Mar dos Sargaços, fazendo com que seja cheio de sargaço, um gênero de alga marrom denso e invasivo. Devido ao acúmulo de algas e ao isolamento criado pelas correntes, o mar permanece estranhamente quente e calmo, apesar de estar rodeado por águas geladas e agitadas.
A estranha calma contribui para o mistério da área, já que vários navios foram encontrados à deriva, sem nenhuma tripulação, nas suas águas pacíficas. Em 1840, o navio mercante francês Rosalie navegou pelo Mar dos Sargaços e foi descoberto mais tarde com suas velas em pé, mas sem tripulantes a bordo. Em um esforço para explicar os desaparecimentos misteriosos, o folclore do século XIX dizia que as algas do mar eram carnívoras, e devoravam os marinheiros, deixando somente os navios.


O Mar do Diabo, também conhecido como “Triângulo das Bermudas do Pacífico” ou “Triângulo do Dragão”, por causa de antigas lendas sobre dragões que viviam na costa do Japão, é uma região do Pacífico em torno da ilha Miyake, ao sul de Tóquio.
Durante o final de 1980, o autor Charles Berlitz escreveu o livro “O Triângulo do Dragão” sobre fenômenos paranormais que ele acreditava ter ocorrido no Mar do Diabo. Ele escreveu que o Japão perdeu cinco embarcações militares com um total de mais de 700 velejadores durante os anos entre 1952 e 1954, e que a área foi declarada oficialmente uma zona de perigo.
Investigações posteriores sobre as alegações de Charles descobriram que os navios eram na verdade de pesca, alguns dos quais haviam desaparecido fora do Mar do Diabo. Além disso, os pesquisadores apontaram que, durante o período de tempo em que os navios desapareceram, centenas de barcos de pesca se perderam ao redor do Japão devido às condições meteorológicas e à pirataria – não por causa de atividade sobrenatural ou dragões míticos. Ainda assim, a reputação do Mar do Diabo como uma área perigosa permanece.
O Triângulo de Michigan fica no lago Michigan, cujo litoral se estende pelos estados americanos de Illinois, Michigan, Indiana e Wisconsin. A área tem sido responsabilizada pelo desaparecimento misterioso de navios e aviões e suas tripulações inteiras.
Alguns relatam que, enquanto navegavam ao longo do Triângulo, o tempo parecia ter parado, ficado mais lento ou acelerado. Em 1937, o desaparecimento do capitão George Donner criou de vez o status de lugar estranho ao Triângulo de Michigan. Durante uma entrega de carvão de rotina, Donner deu ordens para sua equipe acordá-lo quando o navio fosse chegar ao porto. Três horas depois, os marinheiros foram a sua cabine, mas Donner tinha desaparecido, apesar do fato de que a porta da cabine estava trancada por dentro. Em 1950, o voo 2501 da Northwest Airlines desapareceu enquanto voava de Seattle sobre o Triângulo de Michigan, com destino a Nova York. Com 58 pessoas a bordo, o avião sumiu no ar. Os passageiros e o avião nunca foram encontrados novamente

Escondido? Se Eles Querem É Porque Tem Coisa Ruim...

Parto do princípio lógico que "se não há nada o que esconder, por que temêr?".

NOTA: Sei que a última palavra não tem acento circunflexo, mas escrevi assim mesmo prá não confundirem sem querer com o marido da Marcela.
Pela legislação atual, os documentos públicos classificados como ultrassecretos ficam em sigilo por até 30 anos, mas o prazo pode ser renovado indefinidamente. Caso o projeto que tramita no Senado seja aprovado, o máximo de sigilo para qualquer documento público será de 50 anos. Pela nova regra, os papéis ficarão longe do público se forem reservados (5 anos), secretos (15 anos) e ultrassecretos (25 anos) --neste caso é permitida uma renovação por igual período.
O projeto se aplica a qualquer documento produzido pelos três Poderes.
O rebu todo começou em 2009, quando o EX encaminhou o projeto ao Congresso reduzindo para 25 anos o caráter sigiloso dos papéis ultrassecretos, mantendo a possibilidade de prorrogação indefinida. Na época os que mais reagiram contra a liberalidade das informações foram o Itamaraty e o Ministério da Defesa, alegando razões de segurança nacional. Sabe-se que dona deelma, então na Casa Civil, era contra, mas foi voto vencido.
Quando tramitou na Câmara, os deputados da base alugada aprovaram o fim do sigilo eterno e o texto foi para o Senado, ocasião em que a governanta determinou que a base agilizasse a votação do projeto como veio da Câmara, pretendendo que se votasse a proposta até maio, para casar com o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.
Sabe-se lá por que cargas d'água limpas, Riba Sarnei e Fernandinho Collorido, o relator oficial do projeto na casa, a mesma dupla que tentou fazer sumir da história o impeachment daquele e apagá-lo no corredor do senado, conseguiram convencer dona deelma a retirar a urgência para a votação do projeto que trata do sigilo eterno de documentos oficiais, chegando o dono do Maranhão ao ponto de dizer que "não se pode fazer um WikiLeaks da história do Brasil e da construção das nossas fronteiras. Documentos históricos, que fazem parte da nossa história diplomática, da nossa história do Brasil, que tenham articulações como Rio Branco teve que fazer muitas vezes, nós não podemos revelar esses documentos senão vamos abrir feridas", afirmou.

HEIN??? Botaram até o Barão no meio dessa sujeira? Pode parar...
O imperador disse ser legítimo ao Congresso "melhorar" o projeto encaminhado pelo Executivo em 2009. "Se o Congresso não pode nem melhorar o projeto, aí não tem razão de ser. Esse projeto foi feito com muita pressa e se trata de um projeto longo, de mais de 20 páginas."
Mas a melhor frase da múmia foi quando disse concordar com a abertura dos documentos secretos da ditadura e os mais "recentes" da história, mas criticou a possibilidade de tornar públicos os "históricos"; como os da época da construção das fronteiras brasileiras.
Ah tá...Do que veio antes e do que aconteceu depois de sua desastrosa e lamentável administração, pode divulgar tudo. Pôs o collorido no meio prá tirar as broncas.
Claro que prá ajeitar as coisas de vez, devem estar pensando em tocar prá valer a Comissão da Verdade e montar alguma manobra para que não se divulgue, em futuro próximo, os arquivos e documentos das duas gestões do nove dedos, onde se tem certeza de muuuiita falcatrua.
Um dos relatores do projeto no Senado, Walter Pinheiro (PT-BA), disse que trabalhará com o entendimento de que o prazo para o fim do sigilo conta a partir de quando se pede acesso ao documento, e não a partir da data do papel. Assim, Pinheiro acredita ser possível convencer Sarney, Collor e outros senadores a aprovar o texto.

O fato é que as criaturas devem estar tramando alguma falcatrua. Olho no lance.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Plano Decenal de Energia: Caos à Vista


Por Luciano Costa
Caos a vista. O Plano Decenal de Energia 2020 admite que termelétricas serão cada vez mais acionadas para atender à demanda
A demanda por energia elétrica no País chegará a um crescimento acumulado de 140% entre 2002 e 2020, conforme as previsões do Plano Decenal de Energia (PDE), elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), órgão do Ministério de Minas e Energia. No mesmo período, porém, o crescimento da energia armazenável máxima no sistema elétrico - a capacidade de regularização baseada na água que pode ser guardada no reservatório das hidrelétricas - terá se uma expansão de apenas 30%.
A evolução da energia armazenável em relação à carga de energia cairá em todos os subsistemas até 2020. Segundo os dados da EPE, esse indicador terá "forte redução" principalmente nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e no Nordeste. Norte e Sul também terão quedas, embora em menor intensidade.
A mudança no panorama do setor não está associada à falta de investimentos ou à falta de novas hidrelétricas. Entre 2011 e 2020, o governo prevê a construção de 32.000MW em novas usinas hídricas de grande porte, o que representará um aumento de 39% na capacidade instalada da fonte no País. Apesar disso, a capacidade de armazenamento não evoluirá no mesmo ritmo, e ficará somente 6% maior. "Grande parte das usinas viabilizadas recentemente deve operar a fio d´agua, ou seja, toda vazão afluente deve ser turbinada ou vertida, não havendo condições de armazená-la", explica a EPE no Plano Decenal.
De acordo com o órgão, essa perspectiva, causada pelas dificuldades cada vez maiores para licenciamento ambiental de hidrelétricas, gerará consequências para o sistema. Entre os pontos esperados pela EPE estão a impossibilidade do controle de cheias, um maior acionamento das usinas já existentes e com reservatórios maiores, grandes alterações no nível de armazenamento ao longo de curtos ciclos e, finalmente, "maior despacho térmico para atender às exigências sazonais da carga".
Dentro dessa perspectiva, a EPE destaca também a importância da hidrelétrica de Belo Monte (11.233MW), prevista para iniciar a geração em 2015. Para o órgão, a usina, com elevadas dimensões, será capaz de, durante o período úmido em sua região, "atender diversas regiões, contribuindo para a preservação dos níveis dos reservatórios em valores mais elevados".
A idéia é que o subsistema Sudeste/Centro-Oeste seja o principal beneficiado, uma vez que, com sua grande capacidade de armazenamento, poderá economizar água durante o período de chuvas para atendimento à carga no período seco. Esse comportamento mudará a máxima geração hidráulica controlável dessa região, que passará dos meses de fevereiro a março para o período entre setembro e outubro.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

#IdeliForever: Vai Começar o Show

Minha Flor de Lis Ideli Salvatti vai tomar posse hoje berrando que vai "limpar as prateleiras" do Palácio do Planalto. Amigona de dona deelma, minha tainha articuladora disse que vai tocar as pendências de nomeações para cargos de segundo e terceiro escalões que estão entupindo as conversas com os noços parlamentares.
Como não existe almoço grátis, a dupla de duas também vai abrir os cofres e liberar a babita para as prefeituras, relativa a orçamentos vencidos para o pagamento de obras que já foram iniciadas. Ou seja, ressuscitar cadáveres.
Dizem as más linguas que o voraz PMDB tem uma conta de, pelo menos, 50 apadrinhados com terno comprado à espera de nomeação. No PT a espera é quase o dobro. São diretorias de estatais, bancos, autarquias e postos de chefia nos Estados.
Minha musa da simpatia sabe onde o calo aperta. No Ministério da Pesca ela negociava dezenas de cargos nos Estados, mas nada saia no Diário Oficial.
O berreiro sabe que isso reduzirá as insatisfações e ajudará o (des)governo a melhorar o seu próprio desempenho. "Acaba que a ponta fica imobilizada. Quem está em dúvida se vai ficar não sabe como agir no cargo e isso sempre acaba trazendo um prejuízo para o governo."
Além da ambição por cargos, outra coisa que incomoda os alugados é a liberação dos recursos de emendas parlamentares, prá trás e prá frente.
Ideli afirmou que os recursos prometidos por dona deelma aos prefeitos durante marcha em Brasília, no mês passado, serão liberados nos próximos dias. "Esta semana deveremos ter a autorização do ministério para o pagamento. É outra prateleira que vamos limpando".
A nova ministra ainda tem pela frente o projeto que muda o rito das MP's, reduzindo a margem de manobra do Executivo, a regulamentação da emenda 29, que fixa os percentuais mínimos do gasto público com saúde, e a PEC 300, criadora de piso salarial para os policiais.

Forte Tempestade: Chuva, Ventos, Caos









Um fortíssimo e localizado temporal que durou 20 minutos causou muito transtorno ontem à noite em parte de Manaus. Ventos com velocidade de 70 km/h (segundo os radares do SIVAM) derrubaram árvores, postes, outdoors e abrigos de ônibus em vários locais. Várias casas foram destelhadas e a torre de comunicação da Central de Operações da PM e Defesa Civil teve seu topo quebrado em cerca de 10 metros, causando pane na comunicação com os veículos de atendimento. Também houve rompimento dos cabos telefônicos e perda dos telefones de emergência 190 e 193. A empresa de telefonia conseguiu ainda ontem estabelecer canal alternativo para as centrais.
No Boulevard Álvaro Maia, nove postes de iluminação cairam com o vento, e a região ficou às escuras. Um deles atingiu um pequeno caminhão mas ninguem se feriu.
Já na Avenida André Araújo, no Aleixo, uma parafa de ônibus ficou completamente destruída com a queda de uma árvore e uma senhora foi atendida em estado grave.
No Porto da Glória, um barco de recreio e duas balsas se soltaram e se chocaram com algumas casas, literalmente destruídas.

Tempestades tropicais são comuns nesse período do ano. Chuvas fortíssimas e ventos violentos com muita descarga elétrica e trovões, mas desse tamanho fazia tempo que não acontecia.

Assustador.

domingo, 12 de junho de 2011

Simpatias Para Santo Antônio

Li na TimeLine do Twitter muitos e muitas amigas tratando do dia dos namorados hoje com uma ausência do seu par. Alguns ignorando, outros lamentando.
Para colaborar, fui buscar algumas simpatias ao santo casamenteiro. Vai que dá certo né?




  1. Comprar uma pequena imagem de Santo António. Virar o Santo Antônio de cabeça para baixo, dentro de um copo com água, dizendo que o porá de pé quando tiver arranjado namorado.


  2. Pegue na imagem do Santo António, e fale com ele. Diga-lhe que enquanto ele não lhe arranjar um namorado ficará no congelador. Retire-o de lá quando o seu amor lhe bater á porta.


  3. Logo na manhã do dia 12 de Junho, véspera de Santo Antonio, compre um metro de fita azul, de qualquer largura, e escreva nela o nome completo da pessoa amada. Guarde a fita junto ao seu coraçao. À noite, conte 7 estrelas no céu, e enquanto conta faça um pedido ao santo, para que ele ajude você a conquistar o coração dessa pessoa. No dia seguinte, amarre a fita nos pés da imagem de Santo Antonio e deixe lá, até conseguir namorar com ele ou com outro de seu agrado.


  4. Abra a porta da frente da casa para que Santo Antônio permita a entrada de alguém especial na sua vida, dizendo: "Santo Antônio, protetor dos namorados, faça chegar até a mim aquele que anda sozinho e que em minha companhia será feliz."Você pode ainda acender uma vela rosa de qualquer tamanho em um pires com mel e pedir a Arcanjo Haniel a verdadeira realização afectiva.


  5. Precisará de: 3 três penas de qualquer passarinho,3 pétalas de rosas, de qualquer cor, 1 medalha de Santo Antonio
    No dia de Santo Antonio: embrulhe tudo num paninho branco e leve o consigo no bolso. Ao trocar de roupa, também troque o embrulhinho de bolso. Faça isso por 10 dias e depois jogue num gramado as penas e as pétalas, mas conserve o a medalha em algum lugar entre suas coisas.


  6. Pegue em 7 rosas e coloque-as num vaso bonito. Enquanto faz isso reze para Santo Antônio. Depois que elas secarem, leve as pétalas até uma igreja onde aconteçam muitos casamentos.


  7. Colocar um quartzo rosa dentro de um copo transparente, com água filtrada, e deixar no relento, na véspera do dia de Santo Antonio, peça tudo o que deseja a nivel de realização afectiva tipo (felicidade, harmonia, romantismo, companheirismo, cumplicidade, afecto, dedicação, carinho, amor, compreensão, etc...)
    No dia seguinte, passar a água: nos pulsos, para se articular sempre com equilíbrio; nos joelhos, para ter flexibilidade e respeitar o outro; no coração, para amar com sinceridade, e que o amor seja pleno e digno.


  8. No dia de Santo Antônio, olhe para o céu e escolha uma estrela . Fixe nela seu olhar e faça seu desejo com fervor. Abra os braços e agradeça ao Universo a chegada do amor.


  9. Na noite do dia 12 de Junho, pegue uma vela branca nova e escreva na vela, com um palito de dente, o seu nome completo e o nome da pessoa em questão. Passe a vela no mel e depois acenda-a sobre um pires branco. Depois de alguns dias, essa pessoa especial virá ter com você.


  10. Ponha a imagem do Santo Antonio debaixo de sua cama, durante três noites seguidas. Antes de dormir, imagine o seu corpo rodeado por uma luz rosada. Na manhã do quarto dia, prepare um banho de casca de maçã com uma colherada de mel. Conhecerá rapidamente uma pessoa especial.


  11. No dia de Santo Antonio em uma festa junina coloque água na boca e comece a rodar em volta da fogueira O primeiro nome que você ouvir alguém chamando ou gritando Será o nome do seu futuro marido.


  12. Deve comprar um facão e, à meia-noite do dia 12 de junho, cravá-lo numa bananeira. O líquido que escorrer da planta deve formará a letra do nome do futuro amor.


  13. Uma das mais antigas tradições diz que, para descobrir o quem seráo futuro marido, é preciso escrever os nomes dos “candidatos” em vários papéis. Um dos papeis deve ser deixado em branco. À meia-noite do dia 12 de junho, eles devem ser colocados em cima de um prato com água, que passará a madrugada ao relento. No dia seguinte, o que estiver mais aberto indicará o escolhido.


  14. Arranje um ramo de pimenteira. Feche os olhos e escolha uma das pimenteiras. Se a escolhida for verde, ele será jovem. Caso contrário, o casamento acontecerá com alguém de mais idade.


  15. Compre uma imagem de Santo Antonio feito de madeira de guiné, e no dia de Santo Antonio você separa o menino Jesus dele e peça: " Santo Antonio, Santo Antoninho Faça .... ( fulano) se casar comigo que devolvo o teu menino." Manter o menino jesus separado do Santo Antonio e só lho devolver quando casar.


  16. Deve ir a um casamento e dar de presente aos noivos uma imagem de Santo Antônio, á qual terá retirado o Menino Jesus. Aquando do casamento, pedir no altar para se casar com alguém, seja conhecido ou não. Assim que a graça for alcançada, deve voltar áquela igreja e lá depositar a imagem do Menino Jesus.


  17. Quando ouvir tocar o sino de qualquer igreja, vá até lá, entre e faça um pedido a Santo António, o santo casamenteiro, para que lhe arranje um bom marido, amoroso e fiel.... Quando tiver o seu desejo atendido, volte à igreja para agradecer a Santo António.


  18. A pessoa deve amarrar um fio do seu cabelo a um fio do seu namorado. Esses 2 fios amarrados devem ser colocados aos pés do santo, que resolverá a questão.


  19. Precisará de: 1 lenço dele, 1 lenço seu.
    Peça um lenço ao seu namorado, mas antes limpe os lábios dele com ele. Depois guarde o lenço dele com o seu lenço, atados por um nó bem forte. Guarde entre seus objetos pessoais. Evite encontrá-lo durante 3 dias. Depois deste tempo desfaça o nó e morda as quatro pontas do lenço dele. Devolva o lenço no primeiro encontro após ter feito isso. Quanto ao seu lenço deixe-o na igreja aos pés de santo Antonio.


  20. Pegue um pedaço de papel branco e coloque-o sobre um prato. Desenhe um coração do tamanho do fundo do prato. Depois, recorte o desenho. Nas 3 primeiras linhas escreva o nome do homem que você quer. Nas 3 linhas seguintes escreva o seu. Coloque o desenho do coração no fundo do prato, derrame um pouco de mel sobre ele, bem como algumas pétalas de rosa branca. Acenda uma vela branca no meio do prato, deixando-a queimar totalmente. Quando a vela acabar de queimar, firme o pensamento no homem desejado. Reze a Oração de Santo Antonio. Guarde o prato por sete dias. Depois, lave as pétalas e coloque-as na igreja do Santo. O prato com o coração deve ser deixado num jardim.


  21. No dia de Santo Antonio deve pegar um ramo de manjericão. Faça um chá com um pedaço do ramo e tome-o antes de dormir. O outro pedaço deve ser colocado num copo com água e deixado na janela do quarto.


  22. Plante um pé de cravo branco em um vaso bem bonito. Faça deste plantio um momento de devoção ao santo. Cuide deles com carinho e quando as flores nascerem, pegue uma e ofereça a Santo Antônio.


  23. Retire 3 espinhos de uma rosa vermelha e coloque dentro do perfume que você usa e que a pessoa gosta. Peça para Santo Antônio remover os obstáculos “se for para a felicidade de ambos”. Use o perfume sempre que estiver com a pessoa.


  24. Precisará de: 1 bolo pequeno; 3 velas com a figura de Santo Antônio; 1 essência flor de laranjeira (flor tradicional dos casamentos).
    No dia 13 de Junho de manhã, tome um banho com a essência de flor de laranjeira. Acenda as 3 velas de Santo Antônio. Corte o bolo e reserve o primeiro pedaço, e seguidamente distribua o bolo para 3 mulheres casadas. O primeiro pedaço do bolo deverá ser colocado na porta de uma igreja que realize casamentos.


  25. Pegue uma fita vermelha e use-a no sutiã, entre os seios, por sete dias. Após esse prazo, coloque-a dentro de um envelope, lacre-o e coloque-o no altar de Santo Antônio. Reze ao santo pedindo que realize seu desejo, depois acenda uma vela de sete dias.


  26. No dia 12 de Junho á meia-noite, quebre um ovo dentro de um copo com água e coloque-o no sereno. No dia seguinte, veja e interprete o desenho que se formou. Se aparecer algo semelhante a um vestido de noiva, véu ou grinalda, o casamento está próximo.


  27. Para descobrir se falta muitos anos para casar, no dia 12 de Junho á meia-noite (na véspera do dia de Santo António) amarre uma aliança – que pode ser de qualquer parente – numa linha ou num fio. Coloque um copo sobre a mesa e segure o fio de modo que a aliança esteja dentro do copo. O fio com a aliança funcionará como um pêndulo.
    Pergunte, então a Santo António, quantos anos faltam para você se casar. O número de batidas no copo, informa quantos anos ainda faltam para o grande dia.


  28. No dia de Santo António, a 13 de Junho, coloque 2 agulhas iguaizinhas dentro de uma bacia com água,com 2 colheres de açucar. No dia seguinte veja com estão as agulhas. Se estiverem juntas é porque o casamento está proximo.


  29. Na véspera do dia de Santo Antônio, compre um copo branco e, à meia noite, coloque água dentro. Quebre um ovo galado dentro do copo, não arrebentando a gema. Deixe ao relento toda a noite. No outro dia, antes do sol nascer, pegue no copo e observe-o. Se estiver coberto por uma névoa branca você se casará antes do dia de Santo Antônio do próximo ano.


  30. Se você está para casar, faça o seguinte se quiser encontrar felicidade nas núpcias: um dia antes das bodas, faça uma oração fervorosa para Santo Antônio a Nossa Senhora da Conceição, pedindo que essas divindades lhe dêem muita felicidade na vida de casada(o).


  31. Amarre 7 fitas coloridas numa estatua de Sto. Antônio, guarde-a no seu guarda-roupa, de cabeça para baixo. Prometa que quando tudo estiver bem, você liberta o Santo.


  32. Escreva num pedaço de papel vermelho o nome da pessoa que você ama e quer que volte. Pegue uma foto dessa pessoa e cole-a no papel. Enrole o papel com a foto colada e amarre-o com uma fita vermelha.
    Num vaso transparente, coloque meio litro de água benta e sete botões de rosa vermelha. Vá até uma igreja que tenha a imagem de Santo Antônio, coloque o vaso no altar.
    Em sua casa, acenda sete velas brancas, perto do seu papel enrolado e amarado com a fita vermelha, ofereça-as ao Santo António e peça-lhe a volta do seu amor.


  33. Basta um cravo e uma rosa. Amarre juntos os 2 talos das flores com uma fita verde. Dê 13 nós na fita. Enquanto estiver a dar os nós pense em Santo António, e peça-lhe para vos unir em amor, como os talos das flores.


  34. Pegue uma fotografia sua e uma da pessoa amada, de preferência de corpo inteiro, passe cola nas faces das duas e coloque-as uma de frente para a outra, enrolando um retrós de linha vermelha, em cruz, até o final. Cole-as, em seguida, no verso do quadro com a imagem de Santo Antônio, colocando-o na parede do seu quarto, acima da cabeceira de sua cama.
    Todas as manhãs, quando se levantar, e à noite, quando for se deitar, olhe para os olhos do Santo e mentalize seu amor e você, unidos para sempre pela influência de Santo Antônio.

Deslocando a Indústria Para O Interior

Baseado em artigo de Antonio Ximenes - Jornal A Crítica
Um dos maiores males que assolam as grandes cidades é o fluxo migratório descontrolado daqueles que buscam solução prá suas poucas ou nenhumas oportunidades em seus locais de origem. Resultado: favelas e mais favelas proliferam em todas elas.

Entre outras soluções está a fixação do homem em seu torrão natal, permitindo que lá ele tenha como gerar seu sustento.

Pausa para emendar...
Tido e havido como energético potente e natural, o Açaí virou febre nacional (e internacional) já há algum tempo. Os praticantes de atividades físicas extenuantes o adotaram como repositor e alimento, tornando o fruto muito conhecido.
Entretanto seus processos de extração e produção são muito rudimentares e amadores, comprometendo a obtenção de grandes volumes e até da segurança alimentar, uma vez que se descobriu que o inseto "barbeiro" habita as palmeiras de açai e estavam sendo moídos junto com os frutos, causando Mal de Chagas, aquela doença degenerativa do músculo cardíaco.

Juntando a existência de mercado com a capacidade de produzir em escala industrial, gerando emprego e renda, fixando o homem ao campo e mantendo padrões de higiene adequados,
foi inaugurada a fábrica Wotüra, em Benjamin Constant (a 1.116 quilômetros de Manaus), no Alto Solimões, tríplice fronteira Brasil-Colômbia-Peru, uma das maiores áreas de contrabando no país, pela existência de vasta rede de rios e lagos que permite toda sorte de bandalheira.

A unidade tem capacidade de armazenar 120 toneladas e produzir inicialmente 8 toneladas de polpa com investimento de R$ 1,8 milhões, com financiamento parcial da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). Duzentas e cinquenta famílias, inicialmente, serão beneficiadas porque toda a produção delas serão compradas ao preço mínimo de R$ 0,70 o quilo.
Mais à frente, com as encomendas em fase de negociação com os Estados Unidos, Colômbia e região Sudeste do Brasil, bem como da merenda escolar do governo do Estado, outras 750 famílias deverão ser incorporadas a carteira de fornecedores da empresa. As negociações com os americanos incluem não só o açaí mas outras frutas da região, como abacaxi, taperebá, camu-camu, maracujá e outros, aumentando o alcance social (não gosto desse termo, mas é uma real aplicação)
Pelo lado da Colômbia, a exportação será facilitada pela existência de linhas regulares de voos de Letícia (cidade da fronteira do lado colombiano) para Bogotá.
Em São Paulo e Rio de Janeiro também já há empresários interessados e receber o produto final. Com a tecnologia de pasteurização, o famoso açaí de Benjamin Constant ganha escala nacional e internacional, já que o transporte da polpa congelada é perfeitamente adequado às normas sanitárias determinadas pelo Ministério da Agricultura e reconhecidas internacionalmente.

A região é belíssima embora perigosa. Oxalá seja esse um ponto de referência para seu desenvolvimento lícito.