Read In Your Own Language

sábado, 22 de agosto de 2015

O Acordão Pode Gorar


Como a esperança é a última que morre, temos que agir rapidamente pra tentar barrar o acordão entre a soberana, 9 dedos, Renan e Janot; visando cada qual salvar cada qual de sua própria confusão.
O caminho? Os procuradores e agentes federais da Operação Lava a Jato e, claro, dr. Sérgio Moro. Com eles não tem negócio de "xixi meu nêgo". É pau na moleira. Eles são incontroláveis; indomáveis, incorruptíveis.
E eles vão seguir em frente nos desdobramentos das investigações, chegando SIM nos calcanhares da bandidagem maior.
Com um pouco de pressão, o TCU e o TSE não vão aceitar as mentiras apresentadas pela corja e os processos vão parar no Congresso, onde çuas inçelenças temerão os eleitores mordendo seus calcanhares.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Cordelando 127: Mortadelando e Andando


Quinta feira dia 20,
Dia útil na folhinha.
Todo mundo trabalhando,
Defendendo uma graninha.
Mas tem uns trabaiadô,
Diferente dos demais.
Que tem tempo até sobrando,
Pra carregar um cartaz.

Podem ir na passeata,
Preparada nas pracinhas.
Comandada pela CUT,
pela UNE e outras coisinhas.
Tá valendo um sandubinha,
Daquele de mortandela.
Tem também a tubaína,
E 50 pixurela.

Uma grande "multidão",
Afiada na garganta.
Embalada pelo mote,
Defender a governANTA.
Lá tinha tanta da gente,
Numa grande aclamação.
Mas se você fosse ver,
Não enchia um buzão.

A cara de pau foi tanta,
Que levaram até criança.
Pra colocar na contagem,
Aumentando a lambança.
Teve até quem já postou,
Sem nem querer ser suave,
Como se fosse da marcha,
Foto do enterro de Chaves.

Mas o grito era o de sempre,
"Nóis é forte tudo junto".
Sem nem saber se depois,
Sobraria algum defunto.
Pois do lado do poder,
Não tem essa de perdão.
O importante é manter,
O controle do povão.

Enquanto isso em Brasília,
O dotô procurador.
Processou o presidente,
Que pixuleco pegou.
Esqueceu o tal fulano,
Que não tem só um safado.
Por exemplo o presidente,
Da casinha ali do lado.

Sobre ter mirado o Collor,
Bem conhecido ladrão.
Tudo bem dotô Janot,
Mas faltou o seu Lobão.
Do mesmo jeito esqueceu,
Da Barbie do Paraguai.
Roseana, Humberto Costa,
Cutucando, também cai.

Fica claro e evidente,
Com o correr da confusão.
Que a turma do planalto,
Montou mesmo o acordão.
Eu te livro, Tu me cobre;
Eu abafo, Tu apaga;
E no fim da brincadeira,
Pra nóis não vai sobrar nada.

Desconfio piamente,
Que na frente desse rolo.
Nos tribunais que virão,
Vão nos causar muito nojo.
Vai ter pizza fumegando,
Rasga papel e esquece.
Muita coisa lá sumindo,
Toda vez que anoitece.

Só confio em Sérgio Moro,
E a equipe valorosa.
Que preparem os processos,
 Com prova bem escabrosa.
Criando dificuldade,
Pondo armadilha em tudo.
Pra deixar os seus ministros,
Preso no ângulo agudo.

NA: Citei o uso de imagens do funeral de Hugo Chaves pela corja vermelha; que foram mostradas como sendo do mortadelaço. Aqui está uma delas...


quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Mortadelaço: O Fiasco da Marcha dos Cheira-Calçolas


Esperei um tempinho pra registrar o completo fiasco da marcha da mortandela ou o grito dos incluídos ou o mortadelaço de hoje.
Das que apareceram até agora, o que apresentou maior volume foi a de Curitiba: uns 500 aliciados.
E não houve nenhuma redução dos benefícios aos marchantes. Continuaram os ônibus fretados, o sanduba + tubaina e o kit revolucionário (camiseta vermelha + bandeira).
Mas uma coisa há que ser registrada: não houve apoio à soberana. O que se viu foi Fora Cunha, Fora Levy e Direitos dos Trabalhadores. Ou seja: o estelionato eleitoral da dentuça.
Tá na hora de fazer uma nova pesquisa de aprovação da regovernANTA: deve dar negativo....

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Vem Pra Rua: O Lado Vermelho da Força


Amanhã, 20/08/2015, em resposta à ida de 3 milhões de pessoas nas ruas do Brasil domingo passado, 16/08/2015; clamando Fora Dilma - Fora PT; ocorrerá o contra-ponto vermelho, quando os ditos, ou melhor, auto-denominados Movimentos Sociais, irão apresentar suas ideias no que dizem ser ações em defesa dos direitos sociais, da liberdade e da democracia; e contra a ofensiva da direita raivosa e intolerante dazelites.
Nem precisa dizer que o custo de mobilização será pago por nós, através dos impostos, como vem sendo feito desde o começo da administração PT, para "demonstrar força".
É só uma questão de dias para saber quem e quanto gastou para esta farra que ocorrerá num dia e horário comercial em que se deveria estar trabalhando e produzindo para combater a crise. Mas para esta corja o importante é atrapalhar o trânsito e a vida nas cidades.
A imagem que abre este post, eu havia postado domingo no facebook. São dos "vigilantes do instituto lula" que lá estavam para tomar uma breja bem geladinha e comer um churrasquinho de gato.
É a personificação da ameaça do Vagner Freitas, presidente da CUT, que ameaçou se entrincheirar nas ruas bem armado para defender a soberana e o 9 dedos. É só esperar pra ver se já começa amanhã...

Segue a relação das entidades dos tais Movimentos Sociais que aderiram ao badernaço de amanhã, contra a direita e o ajuste fiscal...
  • Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) 
  • Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) 
  • Central Única dos Trabalhadores (CUT) 
  • Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) 
  • Intersindical - Central da Classe Trabalhadora
  • Federação Única dos Petroleiros (FUP) 
  • União Nacional dos Estudantes (UNE) 
  • União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) 
  • Rua - Juventude Anticapitalista 
  • Fora do Eixo 
  • Mídia Ninja 
  • União da Juventude Socialista (UJS) 
  • Juntos 
  • Juventude Socialismo e Liberdade (JSOL) 
  • Associação Nacional de Pós Graduandos (ANPG) 
  • Federação Nacional dos Estudantes do Ensino Técnico (FENET)
  • União da Juventude Rebelião (UJR) 
  • UNEAFRO 
  • UNEGRO 
  • Círculo Palmarino 
  • União Brasileira das Mulheres (UBM) 
  • Coletivo de Mulheres Rosas de Março 
  • Coletivo Ação Crítica 
  • Coletivo Cordel 
  • Serviço Franciscano de Solidariedade (SEFRAS) 
  • Igreja Povo de Deus em Movimento (IPDM)

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Conta de Energia. Tá Pior, Vai Piorar


Sabe aquelas bandeirinhas tarifárias que elevam o valor das contas de energia de acordo com a operação das usinas termelétricas? Pois é. Vão ganhar companhia.
Ainda como consequência daquela redução tresloucada e eleitoreira das tarifas pela dentuça, o rombo das distribuidoras, que estava compensado com as bandeiras; vai nos transferir mais uma "pequena" elevação por conta da cobertura das perdas das geradoras pelo "risco hidrológico".
Mas o que poha é isso e o por que eu tenho que pagar?
Normalmente, as geradoras hidrelétricas têm contratos de compromisso com energia mínima ofertada, vendendo o excedente no mercado livre, a tarifas mais altas e gerando ganhos adicionais.
Com a queda acentuada nos reservatórios, o efeito é inverso. Elas não têm energia pra entregar e têm que comprar a preços mais altos no mercado de energia para honrar seus contratos. Resultado da bagaça: 20 bilhões de reaus de prejuízo. Quem paga? Nós, é claro.
O rolo vem se arrastando há muito tempo na justiça e deve boiar logo, logo. O governo vem tentando evitar assumir a cagada e anunciar novos aumentos.
Uma das alternativas seria aumentar o tempo de concessão das geradoras. Ou seja, dizer para os investidores que "segurem no pincel" e depois eu te compenso.
Perguntinha silvícola: você aceitaria deixar pra receber seu salário somente daqui a 20, 25, 30 anos?
Pois é. É a pergunta que se faz aos investidores em geração hidrelétrica.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Para a Mídia, Contagem é Uma Apenas Cidade Mineira


Ontem, Brasil afora, milhares de pessoas foram ás ruas para demonstrar ao mundo a total insatisfação com o governo da nação.
Pelo que se viu nas transmissões ao vivo e imagens registradas nos portais, blogs e sites; além, é claro, das redes sociais; via-se as avenidas e praças lotadas por uma população revoltada e cansada de ser feita de idiota.
Mas existem observadores e "olhadores". Na avaliação das polícias militares dos estados, os números mais otimistas ficavam em metade da observação dos organizadores.
Descontadas as paixões, existem os registros óbvios das fotografias disponíveis. O resto é conta de padaria. Cálculo de área. Coisa de Ensino Fundamental. Aí é só encher de gente. Tipo assim: comprimento vezes largura vezes 3 pessoas (sendo bastante conservador). Não dá para subestimar tão despudoradamente como a imprensa faz.
Dizer que na av. Paulista (imagem acima) tinha apenas trezentas e poucas mil pessoas; ou que aqui em Manaus (vídeo abaixo) tinha 4 mil é um desacato à mínima inteligência de um cidadão.
Chego a pensar que os galhos da gigantesca árvore do mensalão, eletrolão, petrolão, bndesão, e outros ainda não visíveis, continuam ativos e dando seus frutos.


video