Read In Your Own Language

sábado, 8 de agosto de 2015

O GACC Deve Contratar a JD


É sabido que a consultora de Zerdir Seu é um fenômeno mercadológico. Faturou 29 milhões de reaus sem produzir uma folha de relatório. Até durante os poucos meses que ficou na Papuda, a JD teve faturamento assegurado. deve ter sido telepatia, eu acho.
Por uma lado é um deboche com o trabalhador brasileiro normal, mas, também foi o motivo que levou o dr. Sérgio Moro a encanar o desgraçado. Na visão do nobre e admirável magistrado, "Não é crível que José Dirceu, condenado por corrupção pelo plenário do Supremo Tribunal Federal, fosse procurado para prestar serviços de consultoria e intermediação de negócios após 17/12/2012 e inclusive após a sua prisão". Moro acrescentou: “Em realidade, parece pouco crível que (Dirceu) fosse procurado até mesmo antes, pelo menos a partir do início do julgamento da Ação Penal 470 pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal em meados de 2012. Claramente buscavam-se “acertos de propinas pendentes por contratos das empreiteiras com a Petrobrás, como admitiu, expressamente, Milton Pascowitch em relação aos contratos da Engevix”, anotou o juiz.
Mas a canalhice não para por aí. Presos, ele e o mano, também bandido, engembraram uma desculpa das mais irritantes. Segundo Luíz Eduardo de Oliveira e Silva (o mano), a JD recebeu esse caçuá de dinheiro por "doação".. 
Não riam... É sério. 
Dudu disse que fizeram um enorme recall entre os amigos pois Dirça estava passando necessidade e tinha problemas para sustentar sua família em todas as casas que mantém. A situação estava tão ruim que nem para fechar o escritório se tinha verba.
O adEvogado das criaturas chegou a dizer que “Vocês podem fazer a crítica que quiser, mas o Zé não é dinheirista. Você vê um delator devolvendo R$ 249 milhões, e o Zé está com o irmão pedindo dinheiro para sobreviver. Aí ele é o chefe da quadrilha? Essa é a coisa mais estúpida que eu já ouvi. Se o chefe da quadrilha precisa pedir dinheiro e o subalterno está devolvendo R$ 249 milhões, esse mundo está maluco.”
Só lembrei do Duque invocando Renato Russo: "Que país é esse"?
Graças à linha de defesa adotada pelo mano Oliveira, o Brasil ficou sabendo da existência de um ser fantástico, jamais visto: o empreiteiro generoso; uma alma caridosa; do tipo que doa dinheiro para presidiário apenas por pura benemerência.
Minha sugestão é o Grupo de Apoio à Criança Com Cancer - GACC, que existe em todo o Brasil, contratar a JD para ajudar a sustentar sua grande obra social.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Cordelando 125: Panelando e Andando


Ontem à noite foi um show,
Pelas ruas do Brasil.
Paneleiros demonstrando,
A rebeldia civil.
Teve apito e buzinaço,
Gritaria foi cróeu,
Se você me acredita,
Vi bater até tonel.

Desde cima até em baixo,
Leste, Oeste, Norte, Sul.
Só se ouvia brasileiro,
Mandando tomar caju.
Nunca antes que se soube,
Na história da nação.
Uma revolta tão grande,
Nem tamanha emoção.

Enquanto que na telinha,
A soberana mentia.
Em tudo quanto é buraco,
Na panela se batia.
9 dedos até tentou,
Salvar a carinha dela.
Mas ele não mais engana,
E também levou panela.

Sem falar no louco Abreu,
Puxa-saco desgraçado.
Comunista de Paris,
Além de tudo viado.
E o ministro poderoso,
Que cuida da propaganda.
Nesse programa de ontem,
Perdeu controle da banda.

Tanta mentira de novo,
Como se fez na campanha.
Mas agora é a vez do povo,
Dessa vez ladrão apanha.
Já tem lá um monte preso,
Mas muito mais há de vir.
E com a fé que tenho em Deus,
A dentuça vai cair.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

ANAC: Dá Pra Confiar?


Com informações da Revista Piaui 
Coisas da administração corrupta e comprometida com favores que administra este país.
Uma criatura que tem um curriculum mequetrefe (veremos adiante) vai assumir a Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC; autarquia responsável pela geração e controle da política de tudo que voa sobre os céus da nação e não tem penas.
Seu maior mérito profissional? Ser genro do senador Eunício Oliveira, do Ceará.
O cargo de diretor para Ricardo Fenelon Júnior vem sendo negociado há algum tempo, mas se materializou definitivamente em 20 de junho passado quando a soberana, de corpo presente no evento, lhe concedeu a benesse como presente de casamento com a bela Marcela, uma cerimônia para 1.000 convidados e realizada com toda pompa e circunstância.
No cargo, Júnior terá um cargo de onde não pode ser demitido por 5  anos, com um salário de uns R$ 15.000,00 que não sei se será suficiente para manter o padrão de vida a que estão acostumados.
As coisas mais próximas de aviação que Júnior tem, são um acidente com helicóptero em 2011, quando já namorava com Marcela, que o acompanhava; e seu trabalho de conclusão do curso de direito na UNICEUB, uma faculdade que não prima por revelar grandes juristas no Brasil.
Ah... Fez também um curso de 15 minutos em Georgetown intitulado Cross-Border Commercial Regulation: Aviation and Maritime Law; praticamente um tratado internacional sobre aviação; e que ele considera como mestrado.
No dossiê que entregou para análise dos senadores que o sabatinaram, Júnior enfatizou o trabalho como estagiário no Juizado Especial do Aeroporto Juscelino Kubitschek, em Brasília, onde mediou diversos barracos entre passageiros e companhias aéreas.
A diretoria da ANAC vem sendo ocupada politicamente, vá lá; mas sempre com uma maioria de ex-militares aviadores, pilotos e ex-pilotos experientes e renomados; mas por um advogado formado em 2011 e com parquíssimos conhecimentos na área é a primeira vez. Um absurdo.
A associações que congregam pilotos, aeronautas e aeroviários estão revoltadas. É a vida deles e a nossa que está em jogo.
Ainda assim, ontem, a Comissão de Infraestrutura do Senado aprovou seu nome numa sabatina de meia tigela e, um pouco mais tarde, o plenário da casa hologou a cagada.
PHODEL

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Dia Nacional do Gol da Alemanha


A produção legislativa dos PRAlamentares brasileiros, em todos os níveis do poder legislativo é bisonha e risível.
Usa-se as tribunas quase sempre para auto-promoção, bajulação de poderosos, criação de leis populistas e infundadas, proteções corporativas e, caso bastante comum, determinação de datas comemorativas de fazer rir o mais sisudo dos eunucos.
Tem-se dia do canhoto, dia de time de futebol, dia da volta dos que não foram e monte de idiotice sendo comemorada, fruto de leis aprovadas por vereadores e deputados federais e estaduais.
Em Campinas, aparentemente, poderia estar mais um em curso: Dia do Gol da Alemanha, que seria comemorado nos dias 08 de julho, data do fatídico 7 X 1 aplicado pelo time de futebol daquele país sobre a selecinha brasileira de patetas, no estádio, OPS, Arena Mineirão.
Interpelado por causa da "peculiaridade" de seu projeto, o vereador Jota Silva (o cara - locutor esportivo na cidade; não tem nem nome, é só uma letra); defendeu-se muito bem.
A data seria usada para se debater e refletir sobre as melhorias necessárias no sistema que administra o futebol brasileiro para trazê-lo de volta a seus dias de glória. 
Polêmicas à parte, acho que este projeto deveria ser encampado pelo Congresso Nacional, estendido e ter alcance em todo país; com algumas modificações e fundamentações diferenciadas.
Assim; por exemplo; nesta data seria feita, em sessão conjunta solene do Senado e da Câmara; com a presença do Presidente da República e dos Ministros responsáveis pelas diversas áreas; a avaliação quali-quantitativa de planilhas de controle do andamento de programas de atividades tais como:
  1. construção, equipagem e estado operacional de creches e escolas de tempo integral decentes para ensino fundamental e médio e universidades
  2. construção, reforma e estado operacional de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos; sistemas de transporte urbanos duráveis confortáveis e com segurança
  3. construção, reforma e estado operacional de hospitais, clínicas e postos de saúde
  4. estado operacional dos sistemas de segurança de fronteira e das cidades
  5. estado operacional dos sistemas de previdência e assistência social
  6. construção e venda de moradias decentes e em parques estruturados
  7. condições de financiamentos para a geração de emprego na indústria, comércio, agro-negócios e serviço
Pronto: 7 X 0; agora de uma forma adequada.

terça-feira, 4 de agosto de 2015

A Calorosa Recepção do Capitão do Time na PF/PR

video

Esta Tribo não poderia deixar de registar os memoráveis momentos da calorosa recepção dos curitibanos ao ex-ministro, ex-presidente, ex-croque Zedir Seu na carceragem da Polícia Federal no Paraná.
Esperemos a magnitude da chegada do chefe Brahma no mesmo ambiente.

video

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Agosto O Mês do Cachorro Louco 2


EXTRA:
Em mais uma etapa da Operação Lava a Jato, foi preso agora pela manhã o ex-primeiro ministro, o ex-capitão do time, o grande mentor das organizações criminosas que se instalaram neste país; Zedir Seu.
O cabra safado saiu de uma confortável prisão domiciliar em Brasília para a fria carceragem da Polícia federal em Curitiba junto com seu maninho e sócio na consultora mais produtora do sistema solar, que faturou 30 milhões de reais e não produziu uma folha tamanho A4 de resultado para seus clientes.
É mais um alento para as pessoas de bem que renovam suas esperanças de ver encanados os bandidos que tomaram este Brasil de assalto.

Agosto: O Mês do Cachorro Louco. Pelo Menos Para a Soberana


Com informações da VEJA
Espero que a dentuça tenha descansado bem neste fim de semana. Ela vai pegar um mês do capeta pela frente.
Vem tiro de todo lado. E não é munição de pequeno calibre não. Tem coisa equivalente a mísseis Tomahawk; torpedos SeaWolf e tanques Abrams, com as coisa que virão da economia, dos tribunais e das ruas.
Ela não chegou ao fundo do poço porque tem muito que vai piorar. 
O congresso volta do recesso amanhã e aí devem aparecer as CPIs do BNDES e dos Fundos de Pensão sob o comando do PSDB e do DEM.
Também serão analisados mais uma vez, todos os 13 pedidos de impeachment que correram na casa, sabendo-se que irão adiante os que tiverem sustentação jurídica.
Na biqueira de ser rebaixado em suas notas pelas agências avaliadoras mundiais, com possível perda do grau de investimento, a mandioca vai engrossar na área econômica, um PNC sobre os baixíssimos níveis de popularidade. A piora de todos os índices importantes, como a inflação, o desemprego e a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) mostram que o país segue uma trajetória descendente.
Simultaneamente, haverá o seguimento dos processos no TCU, onde se analisa as pedaladas fiscais, com sérios riscos de perda do mandato; e a consequente avaliação pelo Congresso, onde estará muito vulnerável a um processo de cassação.
Nas ruas, dia 16 próximo, o povo dará seu recado. O país inteiro deve ter mais um dia de grandes protestos contra o governo. Dependendo da quantidade de pessoas nas ruas e do transcorrer dos acontecimentos no Congresso e no TCU, pode ser esse o combustível decisivo para o processo de impeachment. 
Se todos os fatores concorrerem a favor, a República terá um mês inesquecível.
A ver...