Read In Your Own Language

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Cordelando 123: E O Cerco Se Aperta 9 Dedos


Não podia a semana,
Ter um fim mais animado.
Pois talvez o 9 dedos,
Seja agora enjaulado.
Aceitando o que se tinha,
No meio da Lava a Jato.
Abriu-se processo novo,
Com o bandido enrolado.

Depois de tanta lambança,
Avoando em algum lugar.
Ajeitando muita coisa,
Pra uma graninha levar.
No jatinho da Odebrecht,
Tal do barba embarcou.
Falando com governantes,
Muita baba ele gastou.

Mas valeu o investimento,
Nas "palestras" que ele fez.
A Norberto Odebrecht,
Botou ovo em toda indez.
Ganhou um monte de obra,
Com dinheiro arranjado.
Pelo banco de fomento,
Que era do nosso lado.

Com a arrogância de sempre,
9 dedos bafejou.
Sou imune a tudo isso,
Pois Honoris sou dotô.
Quero ver quem deu a ele,
O chapeuzinho engraçado.
Vendo o processo correndo,
E o dotô arrolado.

O instituto de araque,
De "surpresa" se tomou.
Saiu nota oficial,
Comentando o bololô.
Todo muito indignado,
Ou até estarrecido.
Com a trolha que vai indo,
Pro rabicho do bandido.

Sem ter foro apadrinhado,
Por mal saber assinar.
Numa celinha comum,
9 dedos vai parar.
Lembrará do seu passado,
Quando quase estuprou.
O tal menino do MEP,
Que por pouco escapou.

Num xilindró do normal,
Onde o boi é uma beleza.
Vai encontrar o Tião,
De alcunha Pé de Mesa.
Ai vai poder berrar,
E tufar veia do pescoço.
Pois na hora dita H,
Vão empurrar até o osso.

Por lá não vão ter lembrança,
Da patota da quadrilha.
Nem vão querer mais pagar,
Usando a bolsa família.
Vão chunchar a mandioca,
Sem manteiga, sem mais nada.
Sem nem sequer fazer verso,
Pra ser de novo louvada.

Começando com esse cabra,
Vão pegar todos demais.
A dentuça tá na vez,
Com dois tribunais atrás.
O vice-rei na agulha,
2 tesoureiros também.
Da ORCRIM que eles comandam,
Não vai escapar ninguém.

2 comentários:

Virgínia Leite disse...

Esse cordel merece um prêmio como o melhor do ano !

CHUMBOGROSSO disse...

Amém, Jesus (Tupã Corumin)