Read In Your Own Language

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

E o Nome do Comandante é És Cretino


O naufrágio do gigantesco, luxuoso e caríssimo navio de cruzeiro italiano Costa Concordia semana passada foi de uma natureza tragicômica absolutamente espetacular. Coisa inadmissível em um mundo cheio de tecnologia.

Um tresloucado comandante faz uma barbeiragem (este termo se aplica a navios?), passa tirando fino de uma ilha num litoral rochoso, dá-lhe uma porrada numa pedra e afunda o barco. Vai...Não afundou, mas toubou e causou a maior josta dos últimos tempos. Entre passageiros e tripulantes, mais de 4.000 pessoas (ou almas, como se diz no jargão da navegação).
E ainda por cima, o capitão Francesco Schettino abandonou todo mundo à própria sorte. Pegou o primeiro escaler e caiu fora, deixando a merda pros demais tripulantes; chegando até a rejeitar ordens diretas da autoridade portuária italiana para retornar e ajudar os passageiros do navio
Com o navio já encalhado, o capita-cagão ligou a terra e garantiu que tudo estava bem e enfrentava apenas um problema técnico. Disse ao capitão da guarda costeira Gregorio de Falco, que "estava escuro" e por isso não poderia ajudar as pessoas.
Ah, tá então...
O diálogo é de uma estupidez avassaladora. O comandante portuário berra ordens e o És Cretino fica argumentando bobagens. Não precisa falar italiano prá entender nem perceber que o capitão dos portos está putíssimo e que dá ordens expressas pro canalha voltar e resolver a bronca.





Por conta dessa e de outras cagadas, entre as quais mais de 50 mortos ou desaparecidos, a Justiça italiana determinou a prisão domiciliar para Schettino, mas assim como cá, seu adEvogado já disse que vai recorrer.

Só digo uma coisa: qualquer canoeiro ou piloteiro (que guia lanchas rápidas de alumínio) aqui da região faria melhor nevegação que o comandante Francesco. E não largaria sua tripulação e seus passageiros no meio do mar (no caso aqui, no meio do rio) prá salvar sua pele não.

Resta ao cumpanhêru Schettino pedir asilo ao gunverno dos petralhas alegando perdeguição política. E ainda vira oficial da marinha.

3 comentários:

Velvet Poison disse...

És Cretino! Perfeição de denominação! Já, já, pede asilo cá em CorruPTópolis...

opcao_zili disse...

Verdade >> o Lulla Éscretino, a Dilma Éscretina, e etc Éscretinos terão imenso prazer em conceder-lhe asilo.
O que é mais um italiano És-cretino como o Batisti És-cretino, no país. Somos GRANDES.

Ana Paula Paiva disse...

Bem jogado, És Cretino com propriedade de causa! @onlinefulltime