Read In Your Own Language

sábado, 23 de julho de 2011

Fecharam o Puteiro Por Falta de Cafetão


Já demitiram 17 no MINTRANS. Prá completar 171 só faltam 154. Aí se-lascou-se. Faltou quem toque o berrante prá levar a boiada.

No meio de toda desarrumação de gaveta dos que saem, o DNIT - Departamento Nacional de Incorreções Totais, órgão executivo do ministério que tinha APENAS sete diretores de todas as matizes serrergonhas, em especial do Partido da Roubalheira, corre o risco de ter as atividades de locupetrações paralisadas até o fim do recesso parlamentar (férias merecidas aos parlamentares que tanto trabalham).

CUMA? O taR departamento, por determinação estatutária, só pode tomar suas mais importantes decisões por meio da diretoria colegiada, com todos os diretores reunidos ou com seus votos declarados.

Como saiu meio mundo, apenas três sobreviveram por enquanto às denúncias de corrupção, e o diretor-geral Pagot, tOmbém com a cabeça a prêmio, tirou férias, só sobram dois representantes dos "acionistas" e o conselho está impedido de deliberar, já que o quórum mínimo exigido pelo regimento interno é de quatro diretores.
Os substitutos, ainda nem escolhidos por dona deelma, só podem ser nomeados após sabatina no Senado Federal, cujos nobilíssimos membros só voltam ao trabalho (HEIN?) no dia 1º de agosto. Até lá, o DNIT ficará estacionado na praça de pedágio.

As decisões do órgão, como aberturas e andamento de processos de licitação, poderiam ser repassadas ao Conselho Administrativo, composto por seis representantes, mas quem tem c* prá isso? Sem cafetão com poderes constituídos, a zona está parada.

Buracos de estrada, Uní-vos. Sua força fará parar esse país.

3 comentários:

Velvet Poison disse...

Uma lição para aqueles que se iludem com o PT: sugaram o que podiam dos esquemas do PR nos Transportes, e, no descarte, usam o "aliado" para fazer a moral propagandística da presidente. Dá bicoito a um rato... dá, pra ver o que ele te toma!

moimemei disse...

O título do artigo resume muito bem o teor do mesmo.
Falta cafetão, mas as "moças dadivosas" certamente não estão paradas...

"O Mascate" disse...

E pensar que o Blog da Adriana Vandoni foi censurado porque ela descia o cacete no tal de Pagot.
Acredito que agora que a merda fedeu, o juíz que censurou o blog deveria ser exonerado a bem do serviço público.
pois ninguém sai em defesa de um quadrilheiro se não for um deles.