Read In Your Own Language

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

A Caramboleira Deu Frutos







Minha caramboleira começa a dar seus primeiros frutos. E ela só tem dois anos. Na floragem do ano passado, o jardineiro fez o favor de podar. Achei que ela tinha ficado estéril, mas não.



5 comentários:

Senhorinha com mais de 50 disse...

Ai que saudade da minha juventude!...
Durante muitos anos de minha adolescência, passei as férias de fial de anos numa praia do litoral paulista chamada Peruíbe.
Lá, meus avós tinham uma casa de praia com um grande pomar na entrada, onde frutificavam goiabas, carambolas, amoras, jambolões, abacates,pitangas e outras arvorezinhas de menor porte.
Todos nós, meus irmãos e primos, nos deliciavamos com tanta fartura e tanta gostosura.
Bons tempos...
Linda a sua árvore Ajuricaba!

Ajuricaba disse...

Senhorinha:
Prá colocar essa caramboleira no jardim da frente deu prá mais de kilo de briga com a mulher. Com a ameaça de "se não florisse, ia pro chão". Até a natureza treme com ela.

Jurema Cappelletti disse...

Essa foi boa! Até a natureza treme com elas!

Mas vamos falar de carambola. Ô carambola!!! Quando era professora primária, a terceira 'rota' era de trem. E, quando voltava para casa, Ajuricaba, vinha comendo carambolas deliciosas, que ganhava de meus alunos. Vinham em sacos enormes. E oferecia carambola a quem estava em volta dentro do trem. Acho que, por ttás, deviam me chamar de ""a moça da carambola"".

Hoje, aqui no Rio, virou fruta da..."elite", depois que passou a ser vendida no Supermercado Zona Sul, por um preço escabroso. Sempre verdes, secas, ácidas de doer. Agora - pobre fruta! - é servida nas saladas, em forma de estrelinha.

Saudade da carambola amarelelinha, doce e suculenta, comida com a mão e o suco escorrendo pelo braço.

Jurema Cappelletti disse...

Ajuricaba, sei usar apenas o básico. Mas, mesmo assim, quando tiver alguma dúvida par, uso no blog, é sõ entrar em contato comigo. Se puder, ajudo com todo prazer.

ju.cappel@gmail.com
ou recado no blog

UM ABRAÇAO, Ju

Velvet Poison disse...

Ah, que delícia...

Sinto saudades do quintal da minha avó: carambola, goiaba e fruta do conde. Dá até uma dor no coração.

Bom dia!