Read In Your Own Language

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Marta: A Pá de Cal

De uma praga Sampa está livre. Dona deelma pediu a martóxica, antes de viajar prá Cannes, que desista de disputar a Prefeitura de São Paulo. Prá tirar as broncas e se fazer de meditadora, o tamborim quatrocentão só irá divulgar essa boa notícia ao sistema solar na sexta-feira.
A governanta teria dito isso em voz ecoada com o 9 dedos, o que detona de vez uma invencionice dela, já que ambos estariam apoioando a anta do Maldadd, facilmente torpedeável.
A dentuça ainda teria dito que "Marta havia sido a melhor prefeita que São Paulo teve, mas, mesmo assim, não deveria se candidatar de novo porque agora sua presença no Senado é mais importante, pois como vice-presidente do Senado ela é essencial para ajudar nas votações que interessam ao governo".
Prá quem já viu a esticadinha vociferando e toreando os senadores sentadinha na cadeira do Riba, pode até achar que essa seja a única verdade, mas o que se quer é tirar essa idéia nefasta da cabeça dela. Ninguém nas hordes petralhas suporte a Marta, tanto que ela fica isolada em todas as reuniões e eventos, embora tenha apoio dos militantes de base.
O enfeitadão do Eduardo Suplicy abestado como sempre, inventou de montar um "call center" para tentar vender voz e beleza sonora com twitter e telefonemas pessoais em busca de apoio.
Como todo corno que se preza, o superhomem tupiniquim disse que não foi informado do pedido de deelma para Marta.
Eu aconselho que eles voltem e se consolem mutuamente. Ia ser tão bom para a cebecinha dos filhotes roqueiros....

Um comentário:

Velvet Poison disse...

Traições.... Marta prova. E nem foi com calmantinho no suquinho. Afe!