Read In Your Own Language

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Velhinho Tarado Vai Ter Que Se Explicar Prá GovernANTA

O velhinho tarado sentado na cadeira de sinistro do turismo sexual Pedro Novais apareceu na mídia ontem com mais uma conversa escabrosa sobre sua cabeça: a que teria pago a governanta de seu AP entre 2003 e 2010 como se ela fosse sua secretária parlamentar.

Como a verba de representação já foi usada prá pagar mesada de quenga, pensão de filho, orgia em motel, hospedagem e diárias em casa, ele acho que não seria nada.

Segundo o propagandista de Viagra, dona Dora cuidaria dos assuntos dele e de outros funcionários e parlamentares que frequentavam o cafofo funcional.
Como o corpitcho de Pedroca já está na fritura há algum tempo, não pareceu AINDA uma defesa veemente daquelas que a corja costuma fazer, mas vozes de alento soaram na esplanada. O líder do PMDB Henrique Eduardo Alves disse que nosso herói permanece firme e forte (como uma gelatina?) e prestigiado (igual treinador de time grande que leva goleada). A ministra que negucêia #IdeliForever deu um daqueles berros dizendo que a presidentA (como ela faz força prá dizer isso) quer que o veinho se explique, conforme sua postura anti-corruptiva demonstrada no Fantástico e em recentes declarações, doa a quem doer.

Prá não dizer que não fez nada Ideloca disse "Que eu saiba não há nenhum fato novo, mas as explicações devem ser dadas".

Até o grande Vacca, o genial líder do governo na Câmara, também defendeu a investigação do caso. "Essas coisas têm que ser apuradas. Não sei se era governanta, ou como era. Esse assunto não pode ser colocado como mais uma denúncia", afirmou.
Depois que Pedrão licenciou e virou sinistro na cota do Riba Sarnei, dona Dora deixou de ser governanta e foi contratada como recepcionista por uma empresa terceirizada. De quem? Do Ministério do Turismo. Potaquepareo. Só pode ser brincadeira.
Ontem foi dia daquele famoso almoço com a base aliada da Câmara. Segundo os participantes, no entanto, o assunto não foi tratado. O máximo foi a frase oficial de Ideloca prá quem "Isso é uma explicação que cabe a ele. Eu não acho nada. O comportamento da presidente com relação a questões relacionadas a seus ministros tem sido sempre o mesmo: preste todas os esclarecimentos, tenha responsabilidade, tome todas as providências. Vale prá todos os ministros e todas as situações".
Mesmo com a micha oposição que temos, foi falado que o caso deve ser levado ao Conselho de Ética da Câmara, tomando como base que o atual ministro era deputado quando pagava a governanta, a razão que inocentou Jackie Roriz; e à procuradoria-geral da República (PGR) para que seja investigado.

Que o Pedroca tem padrinho forte não resta dúvida. mas essas costas quentes têm de ser reveladas. O ministro tem que sair imediatamente. Aliás, já devia ter saído há muito tempo.

Atualização às 08:59- Além da doméstica no AP, a esposa do taradinho também usava um motora pago por nós. O servidor público Adão dos Santos Pereira era contratado do gabinete do deputado Francisco Escórcio, também do PMDB do Maranhão, até ontem, quando foi exonerado. Quando perguntados, os outros funcionários do gabinete de Escórcio nunca tinham ouvido falar o nome do motorista. O primeiro homem foi contratado pelo deputado Francisco Escórcio em julho de 2010, mas nunca compareceu ao gabinete. Sua demissão ocorreu depois que Escórcio soube que o jornal estava fazendo uma reportagem sobre o caso. Novais e Escórcio são aliados políticos apadrinhados pelo imortal José de Ribamar Sarnei.
A FOLHA conseguiu flagrar o Adão nas duas últimas semanas fazendo compras para Novais em supermercados e transportando sua esposa Maria Helena para visitar lojas em Brasília. Pedro Novais respondeu às denúncias sobre o chofer dizendo que ele era seu motorista quando ele ainda era deputado antes de assumir o ministério do Turismo.

Um comentário:

marciagrega disse...

Eu quero muito que o veinho se exploda!!!