Read In Your Own Language

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Cordelando 30: O Pacotão de Dona Deelma






Prá melhor se enganar,
A nossa população.
Dona deelma vai lançar,
Seu primeiro pacotão.
Anunciando prá todos,
Que a babita vai rolar,
E que agora vai ter,
Ação em todo lugar.


Diferente do tal PAC,
Que já tem duas versões.
E ninguém sabe dizer,
Onde foram seus milhões.
O plano da governANTA,
Diz bem alto e bem ligeiro.
Onde vai se enfiar,
Esse monte de dinheiro.


Uma coisa que vai ter,
E eu acho bom demais.
Ela vai fazer presídio,
Que os que tem não cabe mais.
Tudo cheio de bandido,
Alto risco prá nação.
Sem contar os que não foram,
Remetidos prá prisão.


Aqueles do colarinho,
Branquinho faz gosto de ver.
Acomodados nos cargos,
Roubam eu, roubam você.
Desviando os recursos,
De toda nossa nação,
Enfiando nos seus bolsos,
Da saúde e educação.


Mais um campo de ação,
No rumo da faxineira.
Combater os traficantes,
Bloqueando a fronteira.
Vai usar a segurança,
Pegando no Tribunal.
Que tem muito mais agentes,
Que a Policia Federal.


Lembra daquela campanha,
Que teve ano passado?
Ela disse que teria,
Avião não tripulado.
Cuidando da vizinhança,
Prá evitar invasão.
E prá não deixar entrar,
Nem droga nem munição.


Pois o tal do avuante,
Quase que não sai do chão.
Pois não tinha querosene,
E nem comandante não.
Abasteceram com álcool,
E tentaram pilotar.
Com o controle remoto,
Da Barbie do Paraná.


E seguindo no programa,
Tem ação pela criança.
Melhorando a condição,
Para todos na infância.
No conselho tutelar,
Vai ser a revolução.
Tanta coisa que vai ter,
E acaba judiação.
Dos meninos e meninas,
Maltratados na nação.


A ação mais cobiçada,
Que a mulher tem ciência.
E cuidar dos irmãozinhos,
Com alguma deficiência.
Prometeu fazer acesso,
Calçada especial.
Escola bem caprichada,
Prá linguagem do sinal.
Tudo bem explicadinho,
Pra não causar confusão.


Ela prometeu gastar,
Mais de 14 bilhão.
Esquecendo que cortou,
50 não faz um mês.
Onde vai pegar a grana?
Eu pergunto prá vocês.


Passada a euforia,
Que a imprensa criou.
Da falsa faxina dela,
Que a ninguém enganou.
Agora tem essa conversa,
Inventando um pacotão,
Que se pretende do bem.
Enganando a nação.


Dona deelma tem que ver,
Que o povo tá acordando.
Nas marchas que se fizeram,
Muita gente protestando.
Sem ninguém pedir apoio,
De partido de malandro.
Negando corrupção,
Que por lá ninguém é santo.

4 comentários:

Sonia disse...

Perfeito!!
Ninguém diria uma vírgula melhor! Adorei!! Compartilhando...
Bjos

opcao_zili disse...

Oi cacique,
Mais programas enganadores. Esse dinheiro de metrô é só um pouquinho e em empréstimo; Os presídios? pode até começar mas, terminarão qdo e a que preço?
E o povo, ignorando a corrupção, aplaude.Esquecem-se que, para tudo isso tem dinheiro envolvido e que, ano que vem tem eleição >>> CX 2

Velvet Poison disse...

E eles, o povo da Deeelma, estão estrebuchando de ira pelas marchas!

Será que andam visitando a Tribo, lendo os cordéis e estrebuchando mais ainda com o bom humor do Cacique? Porque ô gente mal humorada, essa petralhada! rsrs.

Obrigadíssima por mais esse bálsamo de sexta!

CHUMBOGROSSO disse...

Na base da "propaganda"
Brasil tem "imudança profunda"
Nosso bolso fornece o dinheiro
E volta "o de sempre" em nossa bunda