Read In Your Own Language

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Mensalão: Min. Joaquim Barbosa Voltou da Licença



Cidadão:

Erga-se num momento de cidadania, ajude a inculcar aos nossos concidadãos de que as leis devem ser cumpridas ao rigor do tempo sem o qual não haverá justiça; pois tardia apenas serve aos usurpadores da moral e da ética na coisa pública. Honrem a verdade, atuando no presente como se um só estado temporal unisse em única voz o passado honorificando in memoriam aos nossos ascendentes e ao futuro desejado aos nossos descentes.
Abdique por alguns instantes da nacionalidade esmorecida e indiferente, e proteste em poucas e diretas palavras aos Ministros do STF exigindo a justiça dos homens, pois a de Deus é infalível e será providencial. É hora das responsabilidades cívicas, que hão de acordar esta nação da pérfida mansidão e apatia diante de tantos descalabros morais a que se vítima por ser indolente.
O "mensalão" encontra-se nas mãos do Ministro Joaquim Barbosa (STF), e pelo qual a nação aguarda parecer antes que prescrevam as acusações por formação de quadrilha ainda no corrente mês. Trata-se do pior e mais nocivo estilhaço da história política brasileira. É primordial e categórico registro que sintetiza o legado de Luiz Inácio Lula da Silva - "um atentado sem iguais precedentes à democracia brasileira", como colocado pelo Procurador Geral da República. O governo Lula da Silva alienou os incautos; revendeu a uma classe social ascendente o consumismo desvairado através da oferta de crédito desatinado e que agora se afoga em dívidas; assim, de fato enriqueceu os rentistas e especuladores. Legou a quem o sucedesse, e a péssimo exemplo dos jovens, a pior e mais espúria conformidade político-fisiológica que governou e ainda governa esta nação.
Cidadão: haja e proteste contra a moral apedeuta que acoberta o prevaricador, o concussionário e toda corruptela política aparelhada no Estado. Sem tua ação não há como execrar da vida pública o negocismo, e a derradeira prostituição política.
Proteste, envie um e-mail ao STF e expresse seu sentimento pela sordidez da impunibilidade e da ilusória e soi-disant justiça tardia que se pratica no Brasil. - gabminjoaquim@stf.gov.br; centraldeatendimento@stf.jus.br .
COMENTO: Recebi o artigo por e-mail. Diz-se que este texto foi uma carta de Oswaldo Colombo Filho publicada em 07/08/2011 no Estado de São Paulo. Não consegui localizá-la no site do jornal. Se o texto for dele, louvor e parabéns. Se não for, fica como sendo. O fato é que concordo, ensosso e solicito a todos que tomem a ação sugerida por ele.

3 comentários:

Velvet Poison disse...

Tenho tanto medo de um judiciário - mais ainda, STF - sujeito à "vontade popular"... Tenho muito medo disso.

marciagrega disse...

Medo eu também tenho...Mas Deus não perdoará nenhum traidor do povo brasileiro!!!!
A HORA DE TODOS VAI CHEGAR ANTES QUE SE ESPERA.....

"O Mascate" disse...

Grande Chefe.
Mesmo com a volta do Barbosa, não acredito em punições no mensalão.
Vão enrolar, desviar, tapéar no melhor estilo "juridiquêz" e vai ficar tudo como está.
Para falar a verdade, a unica coisa boa que saiu desse mensalão que não dá em nada, foi a queda do Dirceu e os oito anos sem direitos políticos.
Já imaginou ele presidente no lugar da Dentuça?
Esse era o plano inicial, o Sebento por oito anos, e depois o Dirceu por mais oito.