Read In Your Own Language

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Controlando as Contas. Dos Outros...

Assim é soda como diria Fócrates. Em todos os veículos de mídia que li ou ouvi (caso da CBN), comenta-se que çuas inçelenças materno-parlamentares-governamentais Eduardo Campose a mãe dele, a deputada federal e futura ministra do TCU Ana Arraes alugam carros.

Tá, você me pergunta, E o Kiko? O pobrema é que eles tinham preferência por uma locadora de uma filiada do partido deles (PSB) e muuuuuuuuito próxima à dupla. A sócia majoritária da empresa, Renata Ferreira, é filiada ao PSB, legenda presidida pelo governador. Ela também tem emprego, como terceirizada, no Ministério de Ciência e Tecnologia e seu pai trabalha no gabinete de Ana Arraes desde 2007.
Achou pouco? A BSB Locadora não tem nem os carros prá locar, nem site, nem número na lista telefônica e o seu endereço é uma saleta em Samambaia (cidade-satélite) com uma mesa, uma cadeira e um colchão dentro. Foi criada em 21 de julho de 2008 e usava carros da família para "atender seus clientes".
Mas como Deus é bom, em 2009 ganhou o contrato da "embaixada" do governo de Pernambuco em Brasília, faturando mais de R$ 540 milhetas.
Com um capital social de R$ 8 mil, a BSB Locadora tem hoje 5 carros que valem R$ 275 mil e pela quantidade de clientes com contratos assinados, deveria ter pelo menos 8 veículos.
Com a cara de pau própria do regime adotado desde 2003, Eduardo Campos diz que o fato de a dona da empresa ser filiada ao PSB não teve relação com a contratação e negou que a tenha indicado para o Ministério da Ciência e Tecnologia.
Da mesma forma, o gabinete de Ana Arraes diz que a locadora foi contratada pois ofertou o menor preço e que as prestações de conta foram aprovadas pela Câmara. Diz que não há relação entre a contratação e o fato da empresa pertencer à família de um funcionário.

Bota logo ela no TCU que as contas serão muito bem controladas. Que vergonha meu Brasil.

2 comentários:

"O Mascate" disse...

Isso aqui ô..ô...é um pouqinho de Brasil ia...ia...

Rosa Maria disse...

Aqui é uma terra sem lei!Salvem-se quem puder