Read In Your Own Language

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Pode Até Ver o Jogo, Mas Pague a Conta.

Já tratamos AQUI da série de 4 jogos entre Barcelona e Real Madrid, em disputas de três torneios europeus.
Na mesma matéria, falamos que o glorioso e sortudo deputado Marco Maia, presidente da Câmara Federal, tinha uma reunião marcada em Madrid na mesma época do primeiro dos clássicos, o que lhe permitiu justificar uma boquinha de passagens e diárias, para sí, assessores e para o deputado Romário. O couro estava comendo na grande rede e meio mundo publicou sobre essa canalhice. E deu certo.

Após uma dose maciça de Semancol, Marcão informou que "abriu mão das passagens e das diárias". Romário desistiu de viajar. Os assessores também vão sacar seus cartões de crédito pessoais dos bolsos. Prá não copiar a resposta do líder, amigo e irmão (Ops...Alguém já falou isso de algum ditador por aí), Romário disse que desistiu de ir depois que seu médico resolveu antecipar a data de uma cirurgia que ele fará no ombro, devido ao agravamento de um antigo problema. Podia ser de próstata ou útero que não faria diferença alguma. Entre os "compromissos" de sua inçelença na Espanha estão uma reunião com o presidente do Congresso dos Deputados, José Bono, uma entrevista ao jornal "El País" e visitas empresas que desenvolvem projetos e trabalhos com energia limpa. Nada que não possa ser feito pelo skype, por exemplo. O cumpanhêru Maia diz que a ideia de ir ao jogo surgiu apenas depois de todas as reuniões estarem marcadas. Mesmo assim resolveu "abrir mão de seus direitos (SIC)" para acabar com qualquer dúvida. "Talvez meu grande erro foi eu querer levar meu filho, que muitas vezes fico 20 dias sem ver. Mas para acabar com qualquer dúvida não pedi o dinheiro das passagens e das diárias", afirmou. "A agenda do jogo surgiu depois. Quando quero fazer turismo faço com o meu dinheiro". Para essas viagens, a diária paga pela Câmara é de U$ 350, para o pagamento de hotel e alimentação.

Alguma coisa se economizou e o número 3 vai ter que arranjar outra fonte prá pagar essa "despesa não prevista no orçamento por vias não contabilizadas".

E a oposição de merda que nós temos perdeu mais uma excelente oportunidade de se firmar no seu papel constitucional. Ô povo cagão. Acorda Brasil.

2 comentários:

blog do beto disse...

OLÁ AJURUCABA.

POVÃO CAGÃO E OPOSIÇÃO DE MERDA.

PIOR QUE ESSA QUADRILHA É ESSE POVINHO QUE VENDE VOTO PRA ELA.

APROVEITEI E COPIEI O SEMANCOL.

ABS DO BETOCRITICA.

Ajuricaba disse...

Bem-vindo. A taba é sua.