Read In Your Own Language

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Cordelando 8 - Gerimum de Gogó

Ainda sobre a polêmica qualificação de #IdeliForever: É fraquinha como disse Jobim, o jibóia; ou é gordinha com disse Ribamar, a múmia...OPS: o imortal.

Esses dias lembrei de mais um terminho que eu usava no nordeste que resume muito bem: Gerimum de Gogó. Vê se não é igualzinha...

Vocês pode até pensar,
Que isso tudo é ilusão.
Que isso é coisa de tarado,
Cheio de fixação.
Falar tanto de Ideli,
Se nela num tenho tesão.

Mas eu gosto da bichinha,
Lhe tenho apreço que só.
Uma corpinho de modelo,
Um gerimum de gogó.

Que não conhece o legume,
Permita lhe apresentar.
Começa fininho em cima,
Em baixo começa a alargar.
Fica uma coisa esquisita,
Difícil dizer como é.
Balança que nem um João Bobo,
As veiz num fica de pé.

Pois minha querida tainha,
Desculpe se chamo ela assim.
Desde que ela foi ministra,
Da pesca do peixe marlin.
Tem uma forma tal qual,
Num sei se isso é bom,
Ou se é ruim.

Mas de uma coisa eu sei,
A fama da peste é o cão.
Quando sobe nas tamanca,
Não poupa nem os irmão,
Só escapa que lhe manda,
Fazer a esculhambação.

Do jeito que andam as coisa,
Vai ter muito que fazer.
No meio das cobra criada,
Negociar prá valer.
Com Jucá e com o Riba,
Difícil de se vencer.
Sem esquecer o Renan,
Esse ela até ajudou.
Com aquela história da quenga,
Que o empreiteiro bancou.

Mas não pense que eu gosto,
De tudo de mal a pior.
Por minha #IdeliForever,
Brigo e pelejo que só.
Dizendo com muito carinho,
Meu Gerimunzinho de Gogó.

Sound Track recomendada - Essa verdadeira pérola do cancioneiro popular: Gerimum 69






2 comentários:

natyscastro disse...

Gerimum de gogó.. rssss essa nem eu conhecia hahaha.. mas achei legal "que só" rss bjus

Sonia disse...

Jerimum de gogó eu não conhecia...hahaha
Pelo menos não com esse nome. Aqui no sul temos a abóbora para doce, que tem esse pescoço comprido também, mas não é tão cascuda quanto essa da foto... e pior, é gostosa!! hehehe
Beijo, cacique!!