Read In Your Own Language

terça-feira, 21 de junho de 2011

E Agora Dotô Merdandante?

Vou escrever por "stencil" porque demonstra mais a quantidade de grana: Um Milhão e Setecentos Mil Reais = R$ 1.700.000,00 em dinheiro vivo, bolindo, no monte, em pacotinhos. É um volume considerável, tanto que precisaram de uma mala prá carregar.

Foi o que aconteceu no segundo semestre de 2006 às vésperas das eleições, quando a PF pegou uns carinhas que teoricamente estariam se preparando para comprar documentos que integrariam um dossiê para ser usado contra José serra, então candidado ao governo do estado de São Paulo contra quem? Dotô Merdandante. Até hoje a valorosa PF não achou a fonte da montanha de dinheiro nem os tais documentos. Sentaram em cima.

Com a reportagem da VEJA, as declarações de Expedito Veloso acenderam os holofotes de novo sobre o caso, tanto que a Procuradoria da República no Mato Grosso pediu que a PF retome as investigacões.

Rápido como um raio, o irrevogável bigodudo bi-derrotado ao cargo estadual, de pronto se dispos a declarar "inocentado" pelo STF por falta de provas. Negativo: O Reinaldo Azevedo informa em seu blog que "o indiciamento foi anulado por violação de prerrogativa de foro. Senador que era, só poderia ser processado pelo tribunal. Mesmo sendo presumivelmente o principal beneficiário da tramóia se ela tivesse dado certo, a presunção de inocência exige que uma ação penal só tenha início diante de um elemento probatório ou de um indício muito evidente. E o inquérito da Polícia Federal não conseguiu apresentá-los. O fato é que o tribunal NÃO INOCENTOU MERCADANTE COISA NENHUMA! Isso é uma distorção da verdade. Anulou o indiciamento feito pela PF, porque só o STF poderia fazê-lo; e decidiu ele próprio não indiciar porque não viu a apresentação de uma prova. Em suma: Mercadante não poderia ter sido inocentado porque, de fato, não foi investigado".
Mas noço querido bigode errante já berrou que irá ao congresso se for convocado. Aposto um dedo mindinho da mão esquerda de alguém; que até o final da tarde de hoje a curriola arma uma operação abafa para evitar convocações e já levantam a bandeira do uso político pela oposição de fatos requentados.
Outra coisa: convém ao Expedito Veloso deixar um caixão encomendado, pois essa patota costuma apresentar o capeta aos que se afastam da gang, bem ao estilo Silêncio Eterno da Cosa Nostra.

2 comentários:

Leo Fernandes disse...

Minha "nossenhora"o trem é chifrudo como pode uma desgraceira dessa em nosso País? Como chegamos e esse quadro? Revolta não adianta mais estamos agora em fase de catatônicos, abestalhados de boca aberta. Enquanto nossa boca se abre de espanto, os bolsos do PT se empanturra de nossos suores, ou meu deus até quando? Já joguei fora tudo que era vermelho em casa .... rsss

Velvet Poison disse...

Cansei desse sujeito. O Mercadante. E isso é irrevogável.