Read In Your Own Language

quinta-feira, 12 de abril de 2012

As Verdadeiras Águas Espraiadas


Algumas cachoeiras têm como característica a altura de suas quedas. Assim é, por exemplo, o Véu da Noiva, no rio Caxipó, Chapada dos Guimarães, Mato Grosso. Outras embelezam a natureza pela amplitude dos vales em que se espalham, como as cataratas do Iguaçu,

Mas nenhuma queda, cascata, cachoeira, ou qualquer nome que se dê; tem a magnitude de profundidade, espalhamento e poder destrutivo quanto a cachoeira goiana chamada Carlos Augusto Ramos, codinome, ou alcunha, ou vulgo Carlinhos Cachoeira.

Desde os idos e "inocentes" tempos do glorioso Waldomiro Diniz que esta criatura ocupa as manchetes do país inteiro. Mas os últimos acontecimentos mostram uma quantidade inacreditável de ramificações dos "negócios" desta criatura. Uns poucos legais, afinal dinheiro limpo precisa de ter uma fonte publicável; mas a maioria esmagadora absolutamente escusa, ilegal, imoral, e tudo mais que for fora da lei.
Cachoeira tem imersões em todos os poderes de república, em todos os níveis da administração e muitas vezes colados aos top de todos estes campos de atuação "empresarial".
Senadores, deputados, ministros de executivo e judiciário, juízes, desembargadores, governadores e por aí vai; em vários dos estados da união.
A cada dia que passa surgem novas e perigosas ligações com meio mundo. E o cinismo dos envolvidos está ultrapassando todos os limites. As "revoltas" dos denunciados são sempre contra a PF e outros orgãos de investigação, a imprensa que denuncia e aos inocentes úteis que são "enganados" por essa gang que quer acabar com os parlamentos e difamar pessoas de bem do país.
Náo é possível que não haja no Brasil uma hora de parar com essas coisas. A infâmia não pode continuar sendo a regra e a seriedade a excessão. CHEGA.
As pessoas de bem deviam ter o direito de escarrar no rosto dessa tchurma em aeroportos, supermercados, filas de pãso e sei lá mais onde, assim como aquele outro canalha que outro dia cuspiu num herói da segunda guerra só por ser militar.
A revolta é grande mas limitada a pouquíssimos e apenas de forma digital. Rua que é bom com imprensa e tudo mais NADA.
Cansa. Magoa. Revolta. Insuportável.

Um comentário:

Blog do Beto disse...

OLÁ CACIQUE.

BOM TEMPO ÀQUELE EM QUE CACHOEIRA ERA SÓ PRA APRECIAR E TOMAR BANHO.

ABS DO BETO.